Sport

Pré-candidato afirma acionar Justiça, caso eleição seja antecipada no Sport

Eduardo Carvalho, do movimento "Uma Razão para Viver", alega que antecipação só beneficiará atual gestão

Eduardo Carvalho, do movimento "Uma Razão para Viver"Eduardo Carvalho, do movimento "Uma Razão para Viver" - Foto: Divulgação

Após o Sport formalizar o pedido de antecipação das eleições do clube, ao Conselho Deliberativo, a oposição resolveu se manifestar sobre o caso. Com o pedido, a gestão atual abre mão de completar o mandato, permitindo que a nova diretoria possa tomar posse mais cedo. Para o pré-candidato do movimento "Uma Razão para Viver", Eduardo Carvalho, o ato do presidente rubro-negro não passa de uma jogada política.

"Isso é uma estratégia eleitoreira patrocinada pela atual gestão. O único grupo que pode tirar proveito dessa antecipação é o da situação. Em todos os países, seja qualquer eleição, foi adiada para um período mais para frente, até para facilitar a presença dos eleitores. A partir do momento que você quer antecipar, como haverá candidatura da oposição para concorrer com a atual gestão? Querem embaralhar o jogo", falou o advogado.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, que atinge o País desde o primeiro trimestre, o Sport vem trabalhando para viabilizar uma votação online. Entretanto, segundo Carvalho, não há tempo suficiente para fazer um sistema seguro para que a eleição ocorra daqui a pouco mais de um mês.

"É estranho. Nas últimas eleições não houveram urna eletrônica, e agora querem fazer votação online? Qual o tempo que vai ter para alinhar isso e ter uma segurança para realizar tal eleição. Não há sentido algum antecipar. Apenas a atual gestão se beneficiaria. Quanto menos tempo a oposição tiver para divulgar sua candidatura, só um personagem se dará bem com isso, o da atual gestão", reclamou.

Ainda segundo o pré-candidato de 55 anos, a Justiça será acionada caso a eleição seja antecipada para novembro. "Minha expectativa é que não seja aprovada (a antecipação). Mas, se houver aprovação vamos entrar com uma medida judicial quanto a isso, para garantir o devido processo eleitoral. Espero que não façamos de forma solitária, e que os outros movimentos também se mexam enquanto a isso. É um problema democrático. Sou sócio, estou em dia, e não recebi nenhuma informação sobre a razão dessa antecipação. É um processo fechado e escuro. A atual gestão poderia declarar na imprensa o que leva pedir essa antecipação", relatou Eduardo Carvalho.

Vale lembrar que, no Sport, as eleições acontecem em dezembro. A antecipação para novembro está incluída na proposta da reforma do Estatuto do clube, que tem sido discutida pelos conselheiros nos últimos meses.

Procurado pela reportagem da Folha de Pernambuco Milton Bivar não quis comentar sobre as declarações do pré-candidato. "Não tenho o que falar sobre o que ele disse. Só digo que quero o bem do Sport e quem pensar igual a ele, não quer", respondeu Bivar. 

Veja também

Messi marca na estreia do Barcelona no Campeonato Espanhol
Campeonato Espanhol

Messi marca na estreia do Barcelona no Campeonato Espanhol

Cristiano Ronaldo marca duas vezes no empate entre Juve e Roma pelo Italiano
Campeonato Italiano

Cristiano Ronaldo marca duas vezes no empate entre Juve e Roma pelo Italiano