Preocupado com pressão, Júnior Rocha pede personalidade

Ainda sem vitória, treinador do Santa revela que vai trabalhar lado psicológico dos atletas para os próximos jogos

Técnico Júnior Rocha à beira do gramadoTécnico Júnior Rocha à beira do gramado - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

 

O resultado de 1x1 com o Central, no Arruda, deixou o técnico Júnior Rocha bem preocupado. Para ele, falta personalidade para o Santa Cruz encerrar o jejum de vitória na temporada 2018 (três empates e uma derrota) e suportar a pressão da torcida. O desequilíbrio da equipe durante os 90 minutos da partida também é um ponto que tira o treinador do sério. Ele pretende trabalhar o lado psicológico dos jogadores para as próximas partidas.

“Saio preocupado. Não estamos aguentando jogar os 90 minutos. Sei que para construir exige qualidade, mas para destruir basta vontade e tesão. Não tenho o que reclamar dos atletas, que estão se comprometendo no dia a dia. O problema é a pressão e o psicológico tem atrapalhado. Jogar no Santa Cruz não é fácil, mas fomos contratados para trabalhar aqui. Temos qualidade em âmbito geral. Precisamos ter mais personalidade para assumir esse papel. A batalha é dura e vamos chegar lá. Não podemos baixar a cabeça. Futebol é feito no dia a dia”, afirmou na entrevista coletiva logo depois da partida.

Leia também: 

Santa frustra torcida, empata no Arruda e sai vaiado 

Com jejum de vitória, tricolores lamentam novo tropeço 

Júnior Rocha voltou a pedir calma à torcida e prometeu trabalho para reverter a situação do clube, que é o penúltimo lugar (10º) da tabela de classificação do Campeonato Pernambucano, com apenas dois pontos de nove disputados.

“Temos que dar um up nesse curto período de tempo que ganhamos. Precisamos melhorar nossos aspectos físicos, técnicos e táticos. O que trabalhamos até agora não foi o suficiente para vencermos os jogos. Estamos até sendo melhor que o adversário em algumas partidas, mas é necessário muito mais. Peço calma ao torcedor”, finalizou o comandante tricolor. 

Veja também

Sede do Flamengo é pichada após anúncio de cobrança por transmissão de jogo
Futebol

Sede do Flamengo é pichada após anúncio de cobrança por transmissão de jogo

Fiz o UFC parar com o mito da lutadora bonita, afirma Amanda Nunes
ENTREVISTA

Fiz o UFC parar com o mito da lutadora bonita, afirma Amanda Nunes