Presidente da Fifa: 'Um dia muito triste para o futebol'

O avião da companhia aérea LaMia transportava 81 pessoas, incluindo jogadores e a comissão técnica da Chapecoense

Governador Paulo CâmaraGovernador Paulo Câmara - Foto: Divulgação/PSB

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, afirmou que este é "um dia muito triste para o futebol" e expressou "profundas condolências" às famílias das vítimas do acidente com o avião que transportava a equipe da Chapecoense, na Colômbia.

O acidente, que aconteceu na segunda-feira à noite perto de Medellín, é "uma notícia chocante e trágica. É um dia muito, muito triste para o futebol", afirma Infantino em uma mensagem.

O avião da companhia aérea LaMia transportava 81 pessoas, incluindo jogadores e a comissão técnica da Chapecoense, que enfrentaria na quarta-feira o Atlético Nacional da Colômbia na partida de ida da final da Copa Sul-Americana. Cinco pessoas sobreviveram à tragédia, incluindo três jogadores.

"Neste momento difícil, nosso pensamento está com as vítimas, suas famílias e amigos. A Fifa deseja dirigir suas mais profundas condolências aos torcedores da Chapecoense, à comunidade do futebol e aos meios de comunicação", completou Infantino. A Fifa recordou que entre as 76 vítimas estavam a delegação do clube brasileiro e integrantes dos meios de comunicação, que viajavam a partir do Brasil".

Veja também

Santa anuncia renovação de contrato do artilheiro Pipico
FUTEBOL

Santa anuncia renovação de contrato do artilheiro Pipico

Tite convoca Allan e aguarda melhora de Neymar e Alex Telles
Seleção Brasileira

Tite convoca Allan e aguarda melhora de Neymar e Alex Telles