Presidente do Bayern dá puxão de orelha em Lewandowski

O atacante polonês declarou, na última semana, que o clube bávaro precisa investir em reforços de peso

Karl-Heinz Rummenigge não ficou nada feliz com a declaração do seu camisa 9Karl-Heinz Rummenigge não ficou nada feliz com a declaração do seu camisa 9 - Foto: AFP

O presidente do Bayern de Munique chamou a atenção do atacante polonês Robert Lewandowski, depois do artilheiro se mostrar insatisfeito com a movimentação do clube bávaro na janela de transferências.

"Parece que Robert estava irritado pelas transferências que o PSG fez. Mas ele tem um contrato com a gente como jogador e ganha muito dinheiro por isso. Lamento suas declarações", indicou Karl-Heinz Rummenigge em entrevista publicada no jornal Bild nesta segunda-feira (11).

"Sou um seguidor da democracia e da liberdade de expressão, mas tem gente que procura esse momento para se fazer de esperto em vez de se concentrar no futebol", acrescentou o dirigente.

Em entrevista publicada no jornal Der Spiegel, o polonês avaliou que o clube bávaro deveria investir mais para contratar jogadores da elite mundial, ou corria o risco de ficar à margem dos outros grandes times da Europa, como PSG, Barcelona, Real Madrid ou Manchester United.

"Até agora, o Bayern nunca tinha gastado mais de 40 milhões em um jogador. No futebol internacional, é um valor moderado há bastante tempo", comentou Lewandowski.

Rummenigge acusou o agente Maik Barthel de exercer influência negativa. No ano passado, lamentou que os outros jogadores do Bayern não ajudaram Lewandowski a terminar a Bundesliga como artilheiro.

Veja também

“Não dá tempo para lamentar, não pode abaixar a cabeça”, diz Jair Ventura após derrota do Sport
Sport

“Não dá tempo para lamentar, não pode abaixar a cabeça”, diz Jair Ventura após derrota do Sport

Após nova intervenção decisiva do VAR, Sport perde no Rio para o Fluminense por 1 a 0
Sport

Após nova intervenção decisiva do VAR, Sport perde no Rio para o Fluminense por 1 a 0