Presidente do Bayern retira ameaça de boicote à seleção em defesa a Neuer

Uli Hoeness afirmou que as palavras foram soltas no impulso e descartou a possibilidade de recusar as convocatórias dos jogadores

Goleiro Manuel Neuer durante treino do Bayern de MuniqueGoleiro Manuel Neuer durante treino do Bayern de Munique - Foto: Bayern de Munique/Reprodução

O presidente do Bayern de Munique, Uli Hoeness, retirou a ameaça que fez de não ceder mais jogadores do clube à seleção alemã caso o goleiro Manuel Neuer fosse tirado do time titular e trocado pelo jogador do Barcelona Marc André ter Stegen. Nesta quarta (25), mais cedo, o Bild publicou que Hoeness cogitava um boicote à seleção. Mais tarde, em comunicado ao Der Spiegel, ele indicou que as declarações foram dadas no calor do momento, após jogo da Liga dos Campeões.

"Imediatamente depois de nossa partida na Champions contra o Estrella Roja, o senhor Hoeness fez declarações sobre a discussão em torno dos goleiros da seleção alemã que hoje, com distanciamento, não voltaria a fazer. Para ele, o assunto está encerrado e não haverá uma nova declaração sobre isso", disse o comunicado.

Leia também:
Bayern de Munique goleia Colônia com primeiro gol de Coutinho
Valverde admite que Barcelona sente falta de Messi

A DISPUTA ENTRE OS GOLEIROS
A polêmica sobre a titularidade na seleção vem desde a Copa do Mundo de 2018. Ter Stegen jogou durante toda a preparação do grupo para o Mundial, mas acabou dando lugar ao capitão Neuer, recuperado de uma lesão.

Recentemente, Stegen disse que fica "um pouco louco" com a situação. "Dar o melhor de você e não estar onde quer. Creio que o tempo dará uma resposta", afirmou ele. Neuer rebateu, dizendo que entende "perfeitamente que quem não joga esteja insatisfeito, mas o importante é o êxito da equipe e temos que apoiar uns aos outros".

O goleiro do Bayern já defendeu a seleção alemã em 90 partidas e é titular desde 2010. Stegen foi um dos finalistas ao prêmio da Fifa de melhor goleiro, vencido pelo brasileiro Alisson.
Um boicote na seleção daria dores de cabeça a Low. Este ano, ele renovou a seleção tirando medalhões da lista (como Jerome Boateng, Mats Hummels e Thomas Muller) e apostando em novos nomes, entre eles, três jovens jogadores do Bayern: Serge Gnabry, Niklas Sule e Joshua Kimmich.

 

 

Veja também

Jesus marca no fim, e City estreia com vitória sobre o Wolves
Campeonato Inglês

Jesus marca no fim, e City estreia com vitória sobre o Wolves

Milan vence Bologna com dois gols do 'eterno' Ibrahimovic
Campeonato Italiano

Milan vence Bologna com dois gols do 'eterno' Ibrahimovic