Presidente do PSG garante permanência de Neymar

Apesar das muitas especulações que vinculam sobre Neymar no Real Madrid, o presidente do PSG, Nasser Al Khelaïfi, garante que o craque não deixará o clube

Neymar  Neymar  - Foto: Divulgação

A frase "ele fica" ficou famosa no ano passado depois que Piqué publicou uma foto com Neymar garantindo a permanência do jogador no Barcelona. A verdade é que o camisa 10 depois se transferiu para o PSG, e agora é a vez do presidente do clube francês, Nasser Al Khelaïfi, afirmar que o brasileiro não irá para o Real Madrid.

Em entrevista ao jornal L'Équipe, Al Khelaifi diz que já repetiu "10 mil vezes que Neymar vai ficar" no PSG, com quem tem quatro anos de contrato.

"Neymar está cansado desses rumores sobre o futuro. O pai dele me disse que seu futuro é em Paris. É a imprensa espanhola que fica dizendo. Se você acredita, pior para você", disse.
Leia também:
Seleção trabalha para Neymar ser "como Ronaldo em 2002"
Por recuperação, PSG autoriza Neymar voltar ao Brasil
Mbappé diz que Neymar está pronto para Copa do Mundo
Neymar atende fãs, mas não participa de treino do PSG

O presidente do PSG também garantiu que Edinson Cavani permanecerá no time de Paris mesmo depois da última temporada marcada por gols e por polêmicas com Neymar, e Al Khelaifi ainda isenta o técnico Unai Emery, que deixou o clube recentemente, de culpa pela decepção na Liga dos Campeões (o PSG caiu nas oitavas de final contra o Real Madrid).

"É injusto dizer que é culpa dele. Ganhou sete títulos em duas temporadas. No segundo ano dele, conseguiu quatro conquistas e, para nós, é a terceira vez em quatro anos. Ele fez o melhor que podia e lhe desejo o melhor para o futuro", afirmou.

Veja também

Conmebol vacina jogadores do Atlético-GO contra Covid no Paraguai
Futebol

Conmebol vacina jogadores do Atlético-GO contra Covid no Paraguai

Por 'inviabilidade', Clássico das Emoções não terá VAR; semifinal terá arbitragem FIFA
Campeonato Pernambucano

Por 'inviabilidade', Clássico das Emoções não terá VAR; semifinal terá arbitragem FIFA