Santa Cruz

Presidente do Santa diz que clube vai brigar para o 2º jogo da final do Estadual ser no Arruda

Na manhã desta sexta-feira (31), o presidente da FPF, Evandro Carvalho, afirmou que o primeiro jogo da final entre Salgueiro x Santa Cruz será realizado no Cornélio de Barros

Constantino Júnior, presidente do Santa CruzConstantino Júnior, presidente do Santa Cruz - Foto: Anderson Stevens/Arquivo Folha

Após o presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho, confirmar que os dois jogos da final do Estadual serão realizados, respectivamente, no Cornélio de Barros, em Salgueiro, e na Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata, o presidente do executivo do Santa Cruz, Constantino Júnior, voltou a falar sobre o direito de mando de campo. De acordo com o dirigente coral, o clube vai brigar para o segundo confronto contra o Carcará ser transferido para o Arruda. 
 

O primeiro jogo da final vai acontecer neste domingo (02), às 16h. Salgueiro e Santa Cruz foram as duas equipes de melhor campanha no Estadual, por isso, teoricamente, ambas teriam o direito de mandar as duas partidas em seus domínios. Sob a justificativa, no entanto, de que o Cornélio de Barros oferece menos riscos para aglomerações, assim como a Arena de Pernambuco, a FPF decidiu manter também os jogos da final nos equipamentos. 
 
“Vamos aguardar. Nosso jurídico está trabalhando. Se o jogo for lá em Salgueiro, vamos brigar para o jogo ser no Arruda. Eu vou deixar para o nosso jurídico. A gente está brigando para ter o segundo jogo no Arruda”  disse Constantino Júnior. 

“Acho que não só o Santa Cruz, mas os próprios clubes têm que se manifestar em conjunto, porque acho que a federação tem que sempre manifestar os interesses e as vontades dos clubes. Mas não vou entrar nisso agora. Minha preocupação, agora, é embasar a questão do segundo jogo no Arruda”, completou.

Na última semana, o Tricolor tentou transferir a seminfinal jogada contra o Náutico na Arena para o José do Rego Maciel. Os pedidos, contudo, foram indefiridos pelo TJD-PE, em instãncia local, e pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), em instância nacional. Esta será, então, a terceira tentativa da Cobra Coral de jogar em casa, no Arruda, em fases diferentes. 

Veja também

Justiça nega pedido da Globo para proibir transmissões da Turner
Futebol

Justiça nega pedido da Globo para proibir transmissões da Turner

Com Di Grassi brigando pelo vice, português leva título da Fórmula E
Automobilismo

Com Di Grassi brigando pelo vice, português leva título da Fórmula E