Primeiro-ministro do Reino Unido chama de "infames" gritos racistas

Boris Johnson não gostou do que ouviu dos torcedores da Bulgária na partida contra a Inglaterra, nesta segunda

Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino UnidoBoris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido - Foto: HO / AFP / PRU

O governo do primeiro-ministro britânico Boris Johnson classificou de "infames" os gritos racistas proferidos na segunda-feira por torcedores búlgaros contra os jogadores negros durante a partida em que a Inglaterra goleou a Bulgária por 6x0 na segunda-feira (14) pelas eliminatórias da Eurocopa-2020.

"Esta mancha no futebol não está sendo tratada adequadamente", disse um porta-voz de Johnson.

"O racismo e a discriminação devem desaparecer do futebol de uma vez por todas", completou, antes de afirmar que o governo solicitará à Uefa que adote "duras sanções".

Leia também:
Preconceito no futebol é velado, diz Roger Machado
Roma baniu torcedor por insultos racistas a Juan Jesus
Inter de Milão oficializa contratação de Romelu Lukaku
Zenit vê má interpretação em caso de racismo contra Malcom

Veja também

CBF e clubes mantêm proibição de torcedores em jogos do Brasileirão
Protocolo

CBF e clubes mantêm proibição de torcedores em jogos do Brasileirão

Em jogo movimentado, Afogados perde por 2x0 para o Campinense
Série D

Em jogo movimentado, Afogados perde por 2x0 para o Campinense