Esportes

Procura e sondagens: Santa Cruz recebe 'nãos' no mercado

Falta credibilidade ou poder de convencimento para o Santa fechar a negociação? Diretoria de futebol encontra dificuldades para contratar reforços

Executivo de futebol do Santa Cruz, Luciano Sorriso, acompanhando o treino no CT Ninho das CobrasExecutivo de futebol do Santa Cruz, Luciano Sorriso, acompanhando o treino no CT Ninho das Cobras - Foto: Kleyvson Santos/Folha de Pernambuco

 

O Santa Cruz já recebeu muitos “nãos” de jogadores que tentou contratar. O fato, inclusive, foi dito publicamente pelo executivo de futebol do clube, Luciano Sorriso, em entrevistas coletivas. Os meias Daniel Costa, ex-Tricolor e atualmente no Criciúma, Pedro Carmona, que está no rival Sport, e Jailson, do Cuiabá/MT e que estava no Arruda na Série C do ano passado, recusaram as propostas da diretoria coral.

Leia também:

Sorriso é cobrado em treino por torcedores: 'Cadê o meia?' 

Santa tem negociação com meia, mas não dá prazo para anúncio 

Promessa do Santa Cruz por camisa 10 completa três meses 

Torcida do Santa cobra reforços e pede camisa 10 prometido 

Há mais de três meses, o site oficial do clube divulgou que um jogador seria anunciado para sacudir a torcida, mas a espera continua. O gerente remunerado Luciano Sorriso, inclusive, chegou a ser cobrado pelos torcedores mais de uma vez durante o treinamento do elenco. Ao ser questionado sobre a contratação do meio-campista prometido, o dirigente disse que não tem conseguido fechar a negociação. Apesar da pressão, o diretor conversou pacientemente com a torcida.

A cada dia passado, os torcedores cobram muito mais a contratação de reforços, principalmente porque o Campeonato Brasileiro da Série C já está em andamento. A diretoria segue buscando nomes no mercado, mas esbarra na concorrência. Recentemente, o clube sondou quatro meias com idades mais elevadas: Juan (37 anos e ex-Tombense/MG), Marquinho (do Athletico Paranaense e com 32 anos), Chumbinho (do Inter de Limeira/SP e de 32 anos) e Hiroshi (XV de Piracicaba/SP e 33 anos).

Falta credibilidade para concretizar o negócio? Antes do início da temporada 2019, o presidente Constantino Júnior e o técnico Leston Júnior falaram em resgatar a credibilidade do clube, que teve a imagem arranhada por conta dos atrasos salariais de 2016 a 2018. Este ano, o Santa Cruz tem pago os salários em dia. A folha do mês de abril do elenco, por exemplo, foi quitada antecipadamente, na última segunda-feira. Diferentemente das últimas temporadas, os vencimentos estão sendo cumpridos à risca. 

 

Veja também

Roberto elogia concentração do Náutico, mas lembra treino cancelado para comentar empate em Itu
Náutico

Roberto elogia concentração do Náutico, mas lembra treino cancelado para comentar empate em Itu

Perri pega pênalti, Náutico tem boas chances, mas não sai do empate com o Ituano
Série B

Perri pega pênalti, Náutico tem boas chances, mas não sai do empate com o Ituano