Esportes

Projeto de lei é apresentado para promover a integração dos ídolos do esporte brasileiro com a socie

O objetivo é a participação de grandes atletas em projetos sociais e educacionais

Deputado Federal, Felipe Carreras Deputado Federal, Felipe Carreras  - Foto: Divulgação

O projeto apresentado pelo deputado federal pernambucano Felipe Carreras acrescenta um artigo à Lei que regulamenta o Bolsa Pódio e o Bolsa Atleta Nacional. Com a finalidade de promover uma maior aproximação dos grandes ídolos, inseridos no programa, com a sociedade, Carreras propôs que eles participem de projetos sociais ou educacionais. Além de promover os programas e a imagem do atleta, a iniciativa visa contribuir no processo de construção da imagem do ídolo e na formação de novos talentos.

“Nós precisamos aproveitar o desempenho desses ídolos nacionais na formação das novas gerações. Muitas vezes as crianças e adolescentes nutrem uma admiração enorme por essas pessoas e as acham intangíveis. Queremos mostrar que elas são normais e que só chegaram onde estão porque se dedicaram de forma incansável em busca de um objetivo. Eles precisam se tornar um referencial palpável e possível para a nova geração”, afirmou o deputado federal pernambucano.

Para Carreras, esta interação poderá contribuir com os próprios atletas participantes do Bolsa Pódio e do Bolsa Atleta Nacional. Isso porque eles terão a oportunidade de trabalhar em favor da formação esportiva, disciplinar, do caráter e até mesmo intelectual das crianças e adolescentes. “Acredito que existe uma troca. Os atletas irão ajudar e serão ajudados. Acredito que este será um modelo muito positivo para o desenvolvimento do esporte brasileiro”, declarou. A forma de participação nos projetos sociais e educacionais vai depender de cada atleta.

Veja também

Ansiedade demais vem lascando os alvirrubros
Que Golaço!

Ansiedade demais vem lascando os alvirrubros

Goleiro Martínez, da Argentina, rebate declaração de Mbappé: é difícil jogar na América do Sul
Futebol Internacional

Goleiro Martínez, da Argentina, rebate declaração de Mbappé: é difícil jogar na América do Sul