Promotoria pede dois anos de prisão para Neymar por fraude na contratação

Jogador é acusado de corrupção na sua transferência do Santos para o Barcelona

animação infantil Além da lenda animação infantil Além da lenda  - Foto: divulgação

A promotoria requisitou dois anos de prisão e dez milhões de euros de multa contra o atacante brasileiro Neymar, indiciado por corrupção ligada a sua transferência para o FC Barcelona, informou nesta quarta-feira uma fonte judicial.

A promotoria pede "dois anos de prisão (....) e uma multa de dez milhões", segundo a ata consultada por uma correspondente da AFP. Na Espanha, as requisições são feitas antes do reenvio ao tribunal, para que juiz encarregado do caso possa se pronunciar sem demora.

Veja também

São Paulo goleia o Taboão por 29x0 pelo Paulista feminino
Futebol feminino

São Paulo goleia o Taboão por 29x0 pelo Paulista feminino

Na Ressacada, Sport empata com Avaí no primeiro jogo das oitavas
Copa do Brasil sub-20

Na Ressacada, Sport empata com Avaí no primeiro jogo das oitavas