Proprietário nega invasão no apartamento de Najila

Pessoas próximas da mulher que acusa Neymar de estupro relataram indícios de arrombamento na sua residência, em SP

É a primeira declaração pública da suposta vítima desde que o caso veio à tonaÉ a primeira declaração pública da suposta vítima desde que o caso veio à tona - Foto: Reprodução

Pessoas próximas de Najila Trindade, a mulher que acusa Neymar de estupro, relataram indícios de arrombamento no apartamento onde ela mora, em um prédio na Zona Sul de São Paulo. Acionados, a administradora do imóvel e o condomínio checaram e não confirmam a informação.

Segundo relatos, a funcionária que trabalha no apartamento de Najila chegou para trabalhar e logo em seguida procurou o porteiro do prédio alegando que a porta estaria arrombada. Os relatos indicavam que a invasão poderia ser interna - alguém de dentro do condomínio poderia ter forçado a porta. "Não parece assalto, mas algo feito dentro do condomínio", disse uma pessoa próxima.

O proprietário do local Marcus Vinícius Picconi, que mora na Espanha, foi procurado e disse que apareceram marcas de chave de fenda na porta, mas "com as marcas do jeito que estão, não dá para arrombar". Ele afirmou ainda que a empregada costuma deixar a porta aberta.

"Não houve (arrombamento). A empregada deixa a porta destrancada frequentemente (vizinha confirma). Ninguém entrou no prédio além da empregada", afirmou o dono do apartamento que recebeu a informação do condomínio e da administradora.

Leia também:
Mulher que acusa Neymar contrata novo advogado
Neymar posta foto de tornozelo machucado em rede social
Polícia Civil transfere local de depoimento de Neymar
Pai de Neymar arranca câmera de fotógrafo em aeroporto, diz agência
"Estou exausta emocionalmente e fisicamente", diz modelo que acusa Neymar
'Nem sempre a vítima é a mais fraca', diz juiz da Lava Jato sobre Neymar


O incidente, no entanto, aumenta a sensação de insegurança que Najila tem relatado nos últimos dias. Desde que o escândalo veio à tona, a modelo deixou o apartamento onde mora na Zona Sul de São Paulo. O local virou alvo de jornalistas que passaram a fazer plantão nas redondezas em busca de informação.

Ao Buzzfeed, ela disse: "Minha vida está um inferno. Tá um inferno e eu nem consigo ir à delegacia prestar queixa do meu apartamento que foi arrombado. Eu não sei o que fizeram lá, entendeu?", escreveu ao site.

Veja também

Bryan valorização trabalho da preparação física no Náutico
Futebol

Bryan valorização trabalho da preparação física no Náutico

Pelé sobre Neymar: 'Sempre fico feliz quando vejo ele jogar bola'
FUTEBOL

Pelé sobre Neymar: 'Sempre fico feliz quando vejo ele jogar bola'