PSG diz que cirurgia de Neymar foi bem-sucedida

De acordo com o clube, a reabilitação do atleta começa imediatamente sob a supervisão de um fisioterapeuta da equipe

Neymar comemora gol pelo PSGNeymar comemora gol pelo PSG - Foto: AFP

O atacante Neymar foi submetido na manhã deste sábado (3) a uma cirurgia no pé direito no hospital Mater Dei, em Belo Horizonte. Segundo postagem do Paris Saint Germain no Twitter, a operação do camisa dez foi um sucesso.

Leia também:
Termina cirurgia de Neymar em Belo Horizonte
Operação de Neymar deixa o Brasil e o PSG em suspense
Neymar recebe blindagem à prova de assédio em hospital
Neymar brinca sobre carona para Bruna em cadeira de rodas


De acordo com o clube francês, a reabilitação do atleta começa imediatamente sob a supervisão de um fisioterapeuta da equipe. Dentro de seis semanas um relatório será feito para esclarecer uma possível data de retorno aos treinamentos.

No último domingo (25), o jogador quebrou o osso chamado quinto metatarso no final do clássico contra o Olympique, pelo Campeonato Francês. Chamado de osteossíntese, o procedimento cirúrgico é feito com a colocação de um parafuso que aproxima os fragmentos do osso separados pela fissura para facilitar a cicatrização.

Uma ala do hospital foi reservada para o atleta e seus convidados. A mãe de Neymar e dois representantes do PSG passaram a manhã no espaço reservado. Por causa da cirurgia, Neymar deverá ficar de fora da atual temporada do PSG. O objetivo do jogador é estar recuperado antes do início do período de preparação da seleção para a Copa do Mundo, previsto para o dia 21 de maio.

Antes da operação, o médico Rodrigo Lasmar disse que o atacante vai voltar aos gramados em, no máximo, três meses. Caso a reabilitação seja longa, o atacante só terá condições de jogar na reta final do período de preparação da seleção para a Copa da Rússia.

Portaria agitada
A presença de Neymar agitou a portaria do hospital. Por volta das 10h, um grupo de amigos chegou com um isopor cheio de cervejas e ficou cantando pagodes na calçada em frente do Mater Dei.

"Vou beber, vou farrear", cantavam os estudantes, vestidos com camisas de clubes e da seleção brasileira. Alguns usavam máscaras com o rosto de Neymar. Um deles fantasiado de dinossauro.

A calçada também serviu para uma pelada improvisada por dois meninos de sete anos vestidos com a camisa da seleção. O bate-bola foi registrado por dezenas de fotógrafos. Por volta do meio-dia, um grupo de mais de 30 motoqueiros aproveitou a presença dos jornalistas e fizeram um protesto na porta do hospital contra o aumento dos combustíveis. A chegada dos motoqueiros complicou o trânsito nos arredores. Eles ficaram cerca de 20 minutos na portaria, tiraram fotos com faixas e ainda puxaram um "Fora, Temer!".

Veja também

Aliviado, Kleina vê vitória como fator para 'readquirir confiança'
Náutico

Aliviado, Kleina vê vitória como fator para 'readquirir confiança'

Sai, zica! Náutico encerra jejum e bate Oeste fora de casa
Série B

Sai, zica! Náutico encerra jejum e bate Oeste fora de casa