PSG perde e falha de novo na tentativa de ser grande

Sem Neymar, equipe francesa é derrotada para os espanhóis em mais um fracasso no objetivo de alcançar o topo da Europa

Real de CR7 segue firme em busca do terceiro título consecutivoReal de CR7 segue firme em busca do terceiro título consecutivo - Foto: Geoffroy Van Der Hasselt/AFP

O Paris Saint-Germain fracassou pela sexta vez na tentativa de se tornar um clube grande desde que virou um dos mais ricos da Europa. Sem Neymar, que só voltará a jogar próximo à Copa do Mundo, em junho, a equipe francesa perdeu por 2x1 para o Real Madrid, nesta terça (6), no estádio Parque dos Príncipes, e foi eliminada nas oitavas de final da Liga dos Campeões.

Leia também:
Sem Neymar, PSG busca virada heroica sobre o Real Madrid
[Galeria] Cristiano Ronaldo leva a melhor em duelo com Neymar, e Real bate o PSG

O desfalque de Neymar prejudicou o ataque do PSG contra o Real Madrid. Não que o brasileiro tivesse feito a diferença na derrota por 3x1 no jogo de ida, no Santiago Bernabéu. A escalação do argentino Di María -única opção disponível para o técnico Unai Emery- teve resultado nulo.

Di María, inclusive, vinha se destacando nas partidas disputadas nos torneios franceses. Anotou 16 gols nos 29 jogos que disputou pelo Campeonato Francês, Copa da França e Taça da Liga.

Resta ao PSG a disputa destes três títulos, nos quais é favorito. Só no Nacional são 14 pontos de diferença para o vice-líder Monaco -a dez rodadas do fim.

O primeiro gol do Real Madrid saiu logo no início do segundo tempo. Cristiano Ronaldo, que já havia marcado dois gols na partida de ida, recebeu um cruzamento da esquerda e cabeceou sem chances de defesa para o goleiro. O uruguaio Cavani, de joelho, empatou para o PSG minutos depois.

Casemiro, no entanto, garantiu a vitória ao time espanhol. Ele chutou a bola da entrada da área e contou com um desvio em Thiago Silva para recolocar o Real Madrid à frente no placar.

Para Neymar, uma atuação de destaque na Rússia e o título da Copa do Mundo são as únicas alternativas para superar Cristiano Ronaldo e Lionel Messi na corrida pelo prêmio de melhor jogador do mundo. Sair da sombra de Messi foi o que motivou o brasileiro a ir ao PSG, mas o atacante parece não ter contado com a falta de protagonismo do clube francês na Europa.

PSG 1
Areola; Daniel Alves, Thiago Silva, Marquinhos, Berchiche; Thiago Motta (Pastore), Rabiot, Verratti; Di María (Draxler), Mbappé (Diarra), Cavani. T.: Unai Emery

Real Madrid 2
Navas; Carvajal, Sergio Ramos, Varane, Marcelo; Casemiro, Kovacic (Kroos), Asensio (Isco), Lucas Vázquez; Cristiano Ronaldo, Benzema (Bale). T.: Zinedine Zidane

Local: Parque dos Príncipes, em Paris (França)
Árbitro: Felix Brych (Alemanha). Cartões amarelos: Verratti e Cavani (Paris Saint-Germain); Kovacic e Sergio Ramos (Real Madrid). Cartão vermelho: Verratti (Paris Saint-Germain). Gols: Cristiano Ronaldo, aos 5min, e Casemiro, aos 34min do segundo tempo (Real Madrid); Cavani, aos 25min do segundo tempo (PSG).

Veja também

Saiba como os candidatos da oposição atuaram no passado do Santa Cruz
Eleição

Saiba como os candidatos da oposição atuaram no passado do Santa Cruz

O adeus de uma lenda: Anderson Silva se despede do UFC neste sábado
UFC

O adeus de uma lenda: Anderson Silva se despede do UFC neste sábado