Quarteto pernambucano pronto para Copinha

Sport, Santa Cruz, Náutico e Porto disputarão maior torneio de base do Brasil a partir do dia 2 de janeiro, em São Paulo

Próximo jogo do Náutico na Copinha é contra o Marília/MAPróximo jogo do Náutico na Copinha é contra o Marília/MA - Foto: Léo Lemos/Náutico/Divulgação

Uma quinquagenária de espírito cada vez mais jovem. A Copa São Paulo de Futebol Júnior, maior competição de base do Brasil, completará meio século de existência, carregando consigo a importância de ter lançado diversos craques desde 1969. O torneio começa no dia 2 de janeiro e se encerra no dia 25, aniversário da cidade de São Paulo. Ao todo, serão 128 clubes, divididos em 32 chaves. Quatro pernambucanos estarão na disputa: Sport, Santa Cruz, Náutico e Porto. Quarteto pronto para botar a garotada para jogar.

Na Ilha do Retiro, a expectativa é que a garotada consiga repetir ou até mesmo superar a campanha de 1997 e 2016. Nesta última, o clube atingiu as quartas de final, sendo eliminado pelo Cruzeiro, num time que tinha Adryelson, o meia Fábio e o atacante Wallace, todos já utilizados no profissional. No comando atual dos leoninos está Wilton Bezerra, que assumiu a função em julho deste ano, quando Júnior Câmara foi promovido ao Sub-23. O Sport vai passar a virada do ano em viagem, já que a delegação embarca na madrugada do dia 1º de janeiro, por volta das 2h (de Recife).

Componente do Grupo 4, com sede na cidade de Assis, interior paulista, a estreia do Sport acontecerá no dia 3 de janeiro, às 15h (de Recife), diante do FF Sport/AL. Os outros dois integrantes da chave são o Vocem/SP (mandante) e o Vitória da Conquista/BA. Na edição deste ano, o Leão caiu na segunda fase para o Corinthians, na disputa por pênaltis. Para esta próxima edição 2019, o grande destaque leonino é o volante Alessandro, de 19 anos e que também foi destaque na Copinha 2018 com a camisa rubro-negra.

O Náutico está no Grupo 8, ao lado de Marília/MA, Rio Claro e Velo Clube. Para a competição, o técnico Márcio Goiano liberou alguns atletas da base que estavam sendo utilizados no profissional, casos do volante Rhaldney e dos atacantes Luís Felipe e Thiago. A equipe da base será comandada por Dudu Capixaba. “Fizemos uma preparação boa, com quatro amistosos. Nossa primeira meta é avançar de fase. Depois, vamos tentar chegar mais longe. Estamos focados para fazer uma boa Copinha”, disse Capixaba. O Timbu tenta quebrar o tabu de nunca ter chegado às quartas de final da competição. Na edição 2018, os pernambucanos foram eliminados ainda na fase de grupos.

A delegação do Santa Cruz deve contar com 30 pessoas, sendo 20 atletas e dez membros da comissão técnica. Sob o comando do treinador Rômulo Oliveira, que disputa pela primeira vez a Copinha, o Sub-20 iniciou a preparação no dia 17 deste mês, com os treinamentos acontecendo no campo da Marinha, em Olinda. Houve uma rápida pausa para o Natal (24 e 25 de dezembro).

Em 2018, a garotada do Santa disputou o Campeonato Pernambucano e a Copa do Nordeste juniores. No Estadual, terminou como vice-campeão, perdendo para o Porto de Caruaru na final. Já no Regional, caiu nas semifinais para o Bahia/BA. No ano passado, o Tricolor ficou fora da Copinha por falta de recursos financeiros. Na ocasião, o custo para participar da competição girava em torno de R$ 50 mil.

“O nível da Copa São Paulo é mais alto em relação aos campeonatos que jogamos na temporada 2018, mas acredito que chegaremos fortes justamente porque tivemos boas campanhas nas competições que disputamos este ano. A questão logística também vai nos ajudar, pois vamos atuar em São Paulo e não teremos descolamento para o interior”, analisou o técnico.

No Grupo 31, ao lado do Nacional/SP, São Bento/SP e Goiás/GO, o Santa Cruz atua em São Paulo, uma das cidades sede, no estádio Nicolau Alayon. As partidas estão agendadas para os dias 3, 6 e 9 de janeiro. A estreia será contra o Nacional/SP. Na história, a Cobra Coral participou 22 vezes do torneio. Em 75 jogos, 19 vitórias, 15 empates e 41 derrotas, chegando quatro vezes nas oitavas de final e uma vez nas quartas de final.

Leia também:
Náutico anuncia Nahuel Cisneiros, ex- Newell's Old Boys
Arnaldo Barros: 'saio do Sport com a dignidade intacta'

Veja também

Hélio se diz "muito satisfeito" e destaca personalidade da equipe em nova vitória na Série B
Náutico

Hélio se diz "muito satisfeito" e destaca personalidade da equipe em nova vitória na Série B

Em tarde de Alex Alves, Náutico vence Botafogo por 3 a 1 e segue 100% na Série B
Série B

Em tarde de Alex Alves, Náutico vence Botafogo por 3 a 1 e segue 100% na Série B