TÊNIS

Quem é a tenista número 1 Iga Swiatek, rival de Bia Haddad em Roland Garros

Adversária a ser batida, polonesa não perdeu nenhum set no torneio de Paris deste ano

Iga Swiatek, tenista polonesaIga Swiatek, tenista polonesa - Foto: Dylan Buell / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP

Após vencer a número sete do mundo e avançar às semifinais de Roland Garros, Bia Haddad terá uma tarefa mais complicada e enfrentará a número 1 do ranking WTA, Iga Swiatek. No entanto, a brasileira tem uma estatística a se apegar: No único confronto entre as duas, a tenista do Brasil conseguiu a vitória por 2 sets a 1, no WTA 1000 de Toronto, no ano passado.

A polonesa Iga Swiatek é um fenômeno no tênis mundial. Aos 22 anos, ela já conquistou 13 títulos na WTA e tem 160 vitórias na carreira contra 47 derrotas. Para enfrentar Bia Haddad, a tenista da Polônia passou pela americana Coco Gauff por 2 sets a 0 (parciais 6/4 e 6/2). Ela, aliás, é bicampeã em Roland Garros, com títulos em 2020 e 2022 e venceu o US Open no ano passado.

No torneio deste ano, Iga é uma adversária a ser batida. A polonesa sequer perdeu um set em todos os jogos do Roland Garros desta temporada. Ela passou por Bucsa, Liu, Wang, Tsurenko e Gauff até o momento.

Filha mais nova de um remador que competiu nos Jogos de Seul, em 1988, com uma dentista, cresceu sendo estimulada pelo pai para se tornar uma atleta profissional. De início, sua maior rivalidade era com a irmã mais velha. Agata Swiatek chegou a jogar no circuito de jovens, mas abandonou o tênis aos 15 anos por problemas de lesão. Atualmente, é dentista como a mãe. A irmã caçula seguiu a carreira no esporte, como o pai queria.
 

Ela ganhou os holofotes quando venceu o título em Roland Garros pela primeira vez, em 2020. Tinha 19 anos e se tornou a tenista mais nova a vencer o torneio de simples em Paris desde Maria Sharapova, em 2004. Com a segunda conquista, deixou a russa para trás, assim como a lenda Serena Williams. É atualmente a mais jovem a ser bicampeã do Aberto da França desde Monica Seles, que venceu o segundo título do torneio aos 18 anos, em 1991.

Com três títulos de Grand Slam no saibro, a qualidade de Swiatek no piso está confirmada. Mas especialistas da WTA consideram a polonesa uma tenista com qualidades para jogar no mais alto nível também na grama e no piso duro. No ano passado, ela venceu quatro WTA 1000 — o Aberto do Catar, Indian Wells, o Aberto de Miami e o Aberto da Itália. Os três primeiros no piso duro e o último no saibro.

Veja também

Recheado de desfalques, Mariano Soso exalta coletivo do Sport em vitória sobre Mirassol
Sport

Recheado de desfalques, Mariano Soso exalta coletivo do Sport em vitória sobre Mirassol

Sport vence Mirassol e retorna ao G4 da Série B do Brasileiro; veja o gol
Série B

Sport vence Mirassol e retorna ao G4 da Série B do Brasileiro; veja o gol

Newsletter