Rakitic não acredita ser possível terminar temporada

Mesmo querendo que a temporada seja concluída, o meia do Barcelona não acredita que isso será possível

Rakitic em ação contra a ArgentinaRakitic em ação contra a Argentina - Foto: JOHANNES EISELE / AFP

O meia croata Ivan Rakitic, do Barcelona, quer que a temporada de futebol na Europa seja concluída, mas não acredita que isso será possível devido à pandemia do coronavírus no mundo. "A vontade de terminar eu tenho, o que eu não tenho é a certeza de que isso será possível", afirmou o meia em entrevista publicada nesta segunda-feira (13) pelo jornal esportivo catalão Mundo Deportivo.

"É preciso tentar, claro. Há muita vontade, porque estamos na fase mais importante e seria uma grande pena não poder terminá-la", completou o jogador croata, que gostaria que fosse encontrada "uma solução, qualquer que seja, para poder concluir tanto o Campeonato Espanhol como a Liga dos Campeões".

Diante da possibilidade de se concluir a temporada com portões fechados, Rakitic afirmou que "gostaríamos de jogar com estádios cheios e com toda a torcida, mas a questão não é o que queremos, mas sim se é possível fazê-lo". "Há títulos em jogo e eu gostaria de poder ganhá-los como deve ser feito, dentro de campo, competindo como sempre. É o normal", completou Rakitic, que vem tendo o nome envolvido em boatos de transferências para sair do Barcelona ao fim da temporada.

"Tomara que possa terminar este ano de contrato. Se não puder, sentaremos para conversar, mas o mais importante agora é estar em forma e acabar a temporada da melhor maneira possível", disse o jogador, que tem tido poucas oportunidades como titular.

Ciente de que o clube tentou usá-lo como peça de troca em uma frustrada negociação para trazer Neymar e volta a Barcelona no ano passado, Rakitic afirmou querer apenas transparência da direção. "Eu sempre quis que houvesse uma conversa franca. Se quisessem que eu fosse embora para outra equipe, tudo bem, mas gostaria que tivessem me dito", explicou.

Leia também:
Jornal coloca Messi como Che Guevara após redução salarial
CR7 e seleção portuguesa ajudam futebol amador


"Já provei que sempre podem contar comigo, e se essa for a razão por estar jogando menos, isso me doeria mais", concluiu Rakitic, de 32 anos, que acredita poder jogar mais três ou quatro anos.

Veja também

Bolsa Atleta contempla 80% da delegação brasileira em Tóquio
OLIMPÍADAS

Bolsa Atleta contempla 80% da delegação brasileira em Tóquio

Copa do Nordeste amplia número de clubes participantes; Pernambuco terá cinco vagas
Futebol

Copa do Nordeste amplia número de clubes participantes; Pernambuco terá cinco vagas