Rakitic revela ter tido febre na noite anterior à semifinal

Rakitic jogou 120 minutos contra a Inglaterra, no duelo que só se resolveu com um gol de Mandzukic na prorrogação

Rakitic em ação contra a ArgentinaRakitic em ação contra a Argentina - Foto: JOHANNES EISELE / AFP

Um dos pilares da seleção croata, Ivan Rakitic revelou nesta quinta-feira (12) que teve febre alta na noite anterior à semifinal jogada contra a Inglaterra. O meia diz ter atuado no sacrifício mas, ao final, o esforço acabou recompensado com a classificação para a final.

"Estou realmente cansado", disse à rádio espanhola Cope horas após a partida. "Tive febre ontem à noite, não podia levantar da cama porque precisava me recuperar e ganhar alguma força. Mas no final, valeu o esforço", comemorou Rakitic.

Leia também:
Croácia convida elenco de 1998 para final no Lujniki
Croácia é 1ª seleção a sobreviver a três prorrogações em Copas
Modric revela promessa de atletas croatas em caso de título

O meia jogou 120 minutos contra a Inglaterra, no duelo que só se resolveu com um gol de Mandzukic na prorrogação. No final, empolgou-se tanto que ficou só de cueca na comemoração. Foi a terceira partida em que a Croácia teve que passar pelo tempo extra, e a seleção se classificou em todas -um recorde na história da Copa. Na melhor campanha croata em Mundiais, Rakitic jura que jogaria de qualquer forma.

"Se eu tivesse uma perna cortada fora, a amarraria às costas e jogaria de qualquer jeito. Eu não ligaria, daria tudo para defender o orgulho do meu país", afirmou Rakitic, que deve ser mantido como titular na final, às 12h (de Brasília) deste domingo (15), contra a França.

Veja também

Responsáveis pelo caso Caboclo foram indicados ou têm ligação com Del Nero
ROGÉRIO CABOCLO

Responsáveis pelo caso Caboclo foram indicados ou têm ligação com Del Nero

Louzer elogia Betinho e lamenta “distância” entre setores em derrota
Futebol

Louzer elogia Betinho e lamenta “distância” entre setores em derrota