Rebaixamento do Santa Cruz, enfim, é decretado

Apenas uma vitória manteria o Santa Cruz vivo. Equipe acabou derrotada, por 1x0, pelo Coritiba, fora de casa

Mendonça Filho (DEM) lançou projeto com junto com o presidente Michel temer (MDB)Mendonça Filho (DEM) lançou projeto com junto com o presidente Michel temer (MDB) - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

 

Não há mais matemática que salve o Santa Cruz. Nesta quarta-feira, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, os Tricolores até tiveram as melhores oportunidades diante do Coritiba, mas os donos da casa foram mais eficientes e conseguiram o gol que decretou a derrota que rebaixou a equipe pernambucana. Assim como há dez anos, na última participação coral na Série A, a despedida da competição aconteceu na 35ª rodada. O placar de 1x0 foi construído com o gol de Leandro, no segundo tempo de jogo. Apesar da derrota, os pernambucanos permanecem na vice-lanterna, com 27 pontos.

Era de se esperar uma postura muito mais agressiva do Coritiba diante do Santa Cruz logo nos primeiros minutos de jogo. O fato é que enquanto os Tricolores viam com pouca crença a possibilidade de reverter à situação de rebaixado na Série A, os mandantes curitibanos necessitavam desses três pontos para permanecerem vivos. Este cenário acabou refletido na maior posse de bola dos mandantes, que chegou a atingir picos de 75% na partida. A efetividade em criar chances de gol, no entanto, não foram protagonizadas. Esse aspecto, inclusive, foi muito mais coral no jogo.

O Santa Cruz teve pelo menos três chances reais de gol no primeiro tempo, em cinco oportunidades criadas. A primeira logo aos três minutos, após vacilo de Juan vacila, que deixou a bola ser roubada por Jadson. O volante tocou para Grafite, que finalizou em cima de Wilson. A segunda, aos 14. Léo Moura lançou Keno, que invadiu a área e deu voltando para o próprio companheiro. Chute de Léo Moura saiu fraco e Juninho tirou o perigo. Antes do final da primeira etapa, Grafite deu belo drible em Juninho, invadiu a área, e cruzou para João Paulo, que chutou por cima do gol.

Na volta para o segundo tempo, o Santa Cruz iniciou melhor. Uma bola na trave, inclusive, foi protagonizada após finalização do atacante Grafite. O empate já não era um resultado favorável aos tricolores. Até que aos 29 minutos, tudo piorou. Após boa jogada, Kleber dá passe açucarado para Leandro marcar gol sobre o Santa Cruz.

FICHA DE JOGO

Coritiba
Wilson; César Benítez, Walisson Maia, Juninho e Carlinhos (Dodô); Amaral, Juan e Raphael Veiga (Iago); Leandro, Kazim e Kleber. Técnico: Paulo César Carpegiani.

Santa Cruz
Tiago Cardoso; Vítor (Arthur), Luan Peres, Danny Morais e Roberto; Derley (Bruno Moraes), Jadson (Matías Pisano), Léo Moura e João Paulo; Keno e Grafite. Técnico: Adriano Teixeira.

Local: Estádio Couto Pereira (Curitiba/PR).
Horário: 20h (do Recife).
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS).
Assistentes: Nadine Schramm Câmara Bastos (SC) e Leirson Peng Martins (RS).
Gols: Leandro (aos 28 do 2ºT)
Cartões Amarelo: Derley, Danny Morais (Santa Cruz); Carlinhos, Raphael Veiga (Coritiba)
Público e renda: Não divulgados

 

Veja também

Patrick e Philip são regularizados pelo Sport
Sport

Patrick e Philip são regularizados pelo Sport

Socorro ao setor esportivo deve ser votado nesta terça, na Câmara dos Deputados
Esportes

Socorro ao setor esportivo deve ser votado nesta terça, na Câmara dos Deputados