Náutico

Recém-chegado, Anderson assume titularidade e encanta Hélio dos Anjos: ‘Acima da média’

Treinador não titubeou em acionar o jovem goleiro em menos de uma semana desde o anúncio da contratação

Anderson, goleiro do NáuticoAnderson, goleiro do Náutico - Foto: Caio Falcão / CNC

Anderson foi o estreante da noite na quarta-feira (27), no empate do Náutico com o Vitória, nos Aflitos. O jovem goleiro adquiriu a confiança de Hélio dos Anjos em menos de uma semana depois de ser contratado e assumiu a titularidade ao ultrapassar seus companheiros Jefferson e Halls. Mesmo sem exibir malabarismos no gol, Anderson transmitiu segurança à defesa alvirrubra e mostrou outras qualidades, a exemplo das ligações diretas certeiras. 

Hélio não escondeu a admiração e rasgou elogios ao arqueiro ex- Palmeiras, Santa Cruz e Athletico Paranaense. Na opinião do experiente treinador, Anderson já está à frente do nível técnico da Segundona. 

“Tecnicamente acima da média. É um jogador com um futuro brilhante. Já tinha visto no Santa Cruz, contra o Náutico... é um jogador com todos os predicados de futuro brilhante na carreira. Saída muito boa nos pés e nas mãos, visão de gol muito grande”, avaliou. Foi a primeira vez, após seis jogos, que o Timbu não foi vazado. Neste período, Jefferson atuou em quatro partidas e levou oito gols. O ex-técnico alvirrubro, Gilson Kleina, alçou Halls como titular por dois jogos, onde o Timbu sofreu cinco tentos no somatório. Em sua estreia, Hélio voltou a acionar Jefferson.

Ainda assim, o treinador não deixou de ponderar a qualidade das opções no banco “(Anderson) Foi uma das coisas boas. É um jogador que vem para acrescentar e muito no setor que temos jogadores de qualidade e experiência como o Jefferson. Mas, na minha visão, é um goleiro acima da média na divisão”, avaliou.

Havia mais de 9 meses que Anderson não atuava em partidas oficiais. Antes de chegar ao Náutico, a última vez foi em fevereiro, no Campeonato Paranaense, onde o Athletico joga com o time sub-23. Depois, ele foi deslocado ao banco de reservas e, desde então, não recebia chances no time principal do Furacão.

Veja também

Eslovênia acusa comitê organizador do Mundial de Handebol de servir comida estragada
Handebol

Eslovênia acusa comitê organizador do Mundial de Handebol de servir comida estragada

Com 21% de chance de queda, Sport encara sequência que lhe deu apenas quatro pontos no 1º turno
Sport

Com 21% de chance de queda, Sport encara sequência que lhe deu apenas quatro pontos no 1º turno