Recuperado, Pipico projeta gols no Estadual e título

Atacante retorna após período afastado e pensa além de títulos individuais nesta temporada

Pipico, atacante do Santa CruzPipico, atacante do Santa Cruz - Foto: Rafael Melo / Santa Cruz

O primeiro compromisso do Santa Cruz na temporada, contra o Petrolina, no Campeonato Pernambucano, está marcado para o dia 18 deste mês. Assim como a torcida tricolor, Pipico aguarda ansiosamente a data. Isso porque o atacante não entra em campo há seis meses, após ser diagnosticado com uma lesão muscular na panturrilha esquerda. Em entrevista coletiva nesta terça-feira, depois do término das atividades no CT Ninho das Cobras, o atacante revelou a tranquilidade que apresentou ao longo do processo de recuperação.

“A cabeça está boa, isso acontece com qualquer um de nós que estamos ali dentro do campo fazendo atividades físicas. Mas a cabeça sempre esteve boa, porque quando se tem uma lesão igual eu tive, alguns ficam um pouco cabisbaixo, mas eu não. Eu sabia que iria me recuperar. Infelizmente não pude voltar a tempo (para a reta final da primeira fase da Série C), mas graças a Deus estou de volta aos trabalhos, de volta em 2020, e espero fazer um ano maravilhoso aqui no Santa novamente”, declarou.

Leia também:
Pipico comemora retorno após longo tempo afastado
Pipico projeta um 2020 mais generoso

Novamente no ano passado, sofreu com problemas físicos no início da temporada e perdeu alguns jogos na largada do Estadual. O ídolo tricolor espera que a história seja diferente nesta edição da competição e os gols apareçam. “Está faltando, com certeza. Eu sou o primeiro a me cobrar. Na verdade não sou o primeiro, porque quem me cobra primeiro é a minha esposa e minha filha, que ficam em casa. Inclusive ela me mandou um áudio pra mim hoje cedo: 'e aí, papai, está fazendo gol?'. Ela nem está aqui e fica me cobrando lá do Rio. Sei da minha responsabilidade, claro que não jogo sozinho, procuro sempre estar ajudando e fazer o que posso pelo Santa Cruz”, reiterou.

Além de marcar individualmente sua trajetória na Cobra Coral, Pipico quer expandir as comemorações com o restante do grupo através do sucesso na Série C e outras competições. “Tenho pedido muito a Deus, e um dos motivos por eu ter ficado aqui é pela estrutura que o clube está podendo dar. Então eu tenho sonho e objetivo a ser conquistado pelo clube, seja um título ou um acesso, pra eu concretizar tudo o que tenho feito esses anos aqui no Santa”, idealizou o atacante.

Veja também

Seleção brasileira de rugby lança websérie com equipe feminina
Rugby

Seleção brasileira de rugby lança websérie com equipe feminina

Palmeiras goleia Corinthians e acaba com série invicta do rival
Campeonato Brasileiro

Palmeiras goleia Corinthians e acaba com série invicta do rival