Regularizado, Giovanni se coloca à disposição para clássico

Lateral-esquerdo briga com Manoel por um espaço no time titular

Giovanni ficou sete meses parado por conta de uma lesão no FluminenseGiovanni ficou sete meses parado por conta de uma lesão no Fluminense - Foto: Paullo Allmeida

Último jogador a ser regularizado no Náutico, o lateral-esquerdo Giovanni foi apresentado oficialmente nesta sexta (3), no CT Wilson Campos. Treinando há 10 dias com os demais jogadores, o atleta contou que está pronto fisicamente para iniciar jogando, colocando-se à disposição do técnico Dado Cavalcanti para o confronto contra o Santa Cruz, neste sábado (4), no Arruda, pela Copa do Nordeste.

“Agradeço a oportunidade que foi dada. Estou feliz e motivado. Quero reencontrar meu melhor futebol e o Náutico está me dando condições disso. Se o professor optar por mim no clássico, espero dar o meu melhor. Estou sem jogar, mas é início de temporada e só entrando em campo é que eu posso pegar o ritmo”, afirmou.

Giovanni deve começar a partida no banco de reservas. Manoel, atleta das divisões de base do Náutico que subiu nesta temporada, é o titular desde o início do ano. Mas o novo contratado já deixou o recado.

“Será uma disputa sadia. Manoel vem jogando bem. Vou procurar ajudá-lo, mas mostrando dentro de campo que eu posso jogar. Vou procurar assumir a responsabilidade e mostrar o meu valor”, pontuou.

Passagem pelo Fluminense

Formado nas categorias de base do Noroeste, Giovanni, de 27 anos, tem passagens por clubes como Botafogo/SP e Guaratinguetá. Em 2014, se destacou com a camisa do Criciúma e logo em seguida acertou sua ida para o Fluminense. Nas Laranjeiras, ele disputou 56 jogos e marcou apenas um gol – o jogador ficou sete meses parado por conta de uma lesão no joelho direito.

“Meu início no Fluminense foi muito bom. Cheguei por empréstimo e fui contratado. Depois houve uma lesão no joelho que atrapalhou um pouco na recuperação. Não fiz a pré-temporada com os demais atletas. Ano passado foi irregular e, quando a equipe não se encaixa, sobra pra alguns jogadores”, lamentou. “Sou um jogador equilibrado. Uma hora você vai atacar, outra vai se segurar mais. Procuro ser um jogador técnico, e não errar passe simples e dá espaço ao adversário. Quem não me conhece, vai me conhecer e pretendo deixar uma boa impressão”, frisou.

Veja também

No Paraná, jogadores são afastados após suspeita de fraude em teste de Covid
Futebol

No Paraná, jogadores são afastados após suspeita de fraude em teste de Covid

Presidente da UEFA diz que semifinais da Liga dos Campeões não estão ameaçadas
Futebol Internacional

Presidente da UEFA diz que semifinais da Liga dos Campeões não estão ameaçadas