Regularizado, Pitbull não quer status de aposta

Jogador de 22 anos afirmou que é uma realidade. Ele deverá ser titular contra o Náutico

Halef Pitbull foi apresentado oficialmente nesta sexta-feiraHalef Pitbull foi apresentado oficialmente nesta sexta-feira - Foto: Divulgação

A repentina saída do centroavante Zé Carlos, que havia sido contratado pelo Santa Cruz como esperança de gols, deixou um vácuo na referência do ataque coral. Este cenário tem feito a diretoria tricolor correr atrás de uma peça para suprir tal necessidade. Em meio a todo este problema, Halef Pitbull foi anunciado como reforço. Centroavante, de 22 anos, negociado por conta da ida do prata da casa Raniel ao Cruzeiro. A pouca idade, aliada ao fato de ainda ser desconhecido, o colocam sob o status de aposta. Para o jogador, no entanto, isso é um engano. E ele pretende provar com seu futebol que será uma realidade no Arruda.

O torcedor do Santa Cruz, inclusive, terá uma oportunidade conferir o futebol do recém chegado atleta no próximo sábado, no clássico contra o Náutico. O fato é que o Halef Pitbull teve seu nome publicado no Boletim Informativo Diário da CBF, nesta sexta-feira, e o técnico Vinícius Eutrópio confirmou que sua aptidão o colocaria entre os titulares. "Se tiver condição, começa jogando, sim", afirmou o treinador. Apesar da pouca experiência, o jogador já confirmou que pode ser fundamental para equipe. “Acredito que eu não sou uma aposta, mas, sim, uma realidade. Pude chegar aqui, então, tenho que trabalhar. Quero assumir uma vaga na equipe para poder fazer gols, ajudar os companheiros e o Santa Cruz", contou o atleta.

A responsabilidade em ser o “homem-gol” tricolor, de certa forma, fará algumas sombras assombrarem o jovem atleta coral. Afinal, o torcedor tricolor, recentemente, se acostumou a times escalados com jogadores como Grafite, Léo Gamalho e Dênis Marques na referência de seus ataques. “Vários jogadores assumiram a camisa 9 do Santa Cruz e tenho uma oportunidade imensa. Acredito que vou poder honrá-la. Mas sei que a responsabilidade será muito grande”, disse.

Com relação ao apelido Pitbull, Halef revelou que foi atribuído ao seu nome antes de que ele se tornasse um jogador profissional. “O Pitbull não surgiu no futebol, foi desde criança. Cresci com esse apelido. Fez bem no futebol e pegou também por eu ser um pouco brigador”, finalizou.

Veja também

Ídolo do Sport, pernambucano Manga é vacinado contra Covid-19
Sport

Ídolo do Sport, pernambucano Manga é vacinado contra Covid-19

Acompanhe o lance a lance de Náutico x Oeste, pela Série B
BRASILEIRO SÉRIE B

Acompanhe o lance a lance de Náutico x Oeste, pela Série B