Esportes

Relembre histórico pernambucano no Bola de Prata

Sem representantes em 2019, futebol do Estado já contou com nomes vencendo o prêmio dado pela ESPN

Diego SouzaDiego Souza - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

SÃO PAULO - Sem clubes na Série A 2019, Pernambuco não teve representantes no Troféu Bola de Prata ESPN. Contudo, o Estado já contou com nomes na lista de ganhadores, seja de nascidos em solo pernambucano ou de atletas que tiveram passagens importantes vestindo a camisa do Trio de Ferro da Capital.

Em 1989, o atacante Bizu, do Náutico, ganhou o prêmio de melhor atacante, ao lado de Túlio, do Goiás. Neste mesmo ano, o pernambucano Ricardo Rocha, na época vestindo a camisa do São Paulo, venceu a Bola de Ouro. O defensor também entrou na seleção Bola de Prata em 1991 e 1993.

Na década de 90, o Sport esteve bem representado. Em 1992, o goleiro Gilberto foi eleito o melhor da posição. Em 1998, foi a vez de Jackson ganhar o troféu no meio-campo. Em 2007, o uruguaio Acosta, do Náutico, integrou a lista dos 11 melhores da competição.

O pernambucano Hernanes foi Bola de Prata em 2007, 2008 e 2017, todas pelo São Paulo. Seu conterrâneo, o atacante Walter, ganhou em 2017, no Goiás. Em 2016, Diego Souza, ex-Sport, dividiu o prêmio de artilheiro do Brasileirão com Willian Pottker (Ponte Preta) e Fred (Atlético/MG), todos com 14 gols.

Leia também:
Flamengo domina seleção Bola de Prata 2019

*O repórter viajou a convite da ESPN

Veja também

Bia Haddad leva Brasil às semifinais de duplas no Aberto da AustráliaTênis

Bia Haddad leva Brasil às semifinais de duplas no Aberto da Austrália

'Ano de afirmação na minha carreira', fala Alanzinho sobre temporada com a camisa do SportSport

'Ano de afirmação na minha carreira', fala Alanzinho sobre temporada com a camisa do Sport