Relógios de luxo foram furtados antes de cerimônia de melhor do mundo

Relógios são da marca Hublot e, juntos, equivalem a quase R$ 2 milhões

Deputado Ossesio SilvaDeputado Ossesio Silva - Foto: Eulla Carvalho / Divulgação

A Fifa apresentou uma denúncia à Polícia Suíça pelo roubo de seis relógios de luxo antes da cerimônia de gala na segunda-feira (9) que premiou os melhores jogadores e técnicos de 2016.

Os relógios furtados são da marca de luxo Hublot e, juntos, equivalem a quase R$ 2 milhões. Até o momento, a polícia suíça não deu detalhes sobre os possíveis suspeitos.

Os relógios, com valor estimado em 93 mil euros a unidade (cerca de R$ 313 mil), iriam ser entregues aos ganhadores dos prêmios dos melhores de 2016.

Devido ao furto, a Fifa presenteou os vencedores com um modelo diferente, mas informou que enviará os relógios originais.

Veja também

Kevyn testa positivo para Covid-19 e desfalca Náutico
Futebol

Kevyn testa positivo para Covid-19 e desfalca Náutico

Casagrande critica omissão da CBF e Bolsonaro: 'Governo da morte, não da vida'
Opinião

Casagrande critica omissão da CBF e Bolsonaro: 'Governo da morte, não da vida'