Representante da Série C, Tininho comemora receita de direitos internacionais

Clubes da Terceira Divisão serão beneficiados em 5% com pagamento dos direitos de transmissão internacional do Campeonato Brasileiro

Constantino Júnior, presidente do Santa CruzConstantino Júnior, presidente do Santa Cruz - Foto: Santa Cruz/divulgação

As discussões sobre o acerto da CBF e dos principais clubes do Brasil com a venda dos direitos de transmissão internacional do Brasileirão continuam acontecendo. E além dos clubes que formam a elite do futebol nacional, o Santa Cruz, que em 2020 disputará a Série C, também será beneficiado com a negociação, ao lado das 19 equipes que vão jogar a competição. Dos R$ 209 milhões que estão sendo acordados até 2023, o grupo citado terá direito a 5%.

De acordo com o chefe do executivo do Santa Cruz e representante dos clubes da Série C na Comissão Nacional de Clubes (CNC), Constantino Júnior, esse percentual será dividido entre as 20 equipes e pagos em duas parcelas. Em contanto com a Folha de Pernambuco, o dirigente comemorou a inclusão da Terceira Divisão e, por conseguinte, do Tricolor no páreo.

“É uma vitória dos clubes de Série C. A gente quer receber só o deste ano, porque no próximo ano a gente vai estar na Série B (projeção). Então, é um grande passo e mostra que a CBF tem buscado alternativas para poder, passo a passo, buscar espaço não só para os clubes de Séries A e B”, disse Constantino Júnior.

Segundo apurações da Folha, faltam apenas detalhes burocráticos com os próprios compradores dos direitos de transmissão dos jogos para o contrato ser fechado. Assim, todas as pendências devem ser resolvidas até a próxima semana. A assinatura contratual, diferentemente, deve demorar um pouco mais para sair, uma vez que até primeira ordem, as competições nacionais continuam temporariamente suspensas por conta da Covid-19. O Campeonato Brasileiro teria como pontapé inicial o primeiro fim de semana de maio, mas diante do cenário de indefinição, continua sem previsão de início.

Leia também:
Santa Cruz acerta redução salarial para atletas e funcionários
Arruda de 1972: marketing Tricolor lança campanha digital para angariar recursos

Segundo Constantino, a estimativa é que a primeira parcela do pagamento seja efetuada 45 dias após a assinatura contratual. Enquanto o segundo repasse deve ser feito em dezembro, no final do Campeonato Brasileiro. Tininho citou que os clubes vão tentar a antecipação dos pagamentos, na medida em que exaltou a importância da receita para amenizar os impactos da crise financeira nas equipes, que juntamente aos clubes da Série D, veem a escassez de ativos potencializada por não terem cota de televisionamento.

No início deste mês, os 20 clubes da Série C comemoraram o anúncio de recebimento do auxílio emergencial de R$ 200 mil repassado pela CBF. O montante já se encontra pelas bandas do Arruda e será destinado para o pagamento de parte da folha salarial do clube.

Veja também

Em tarde de Alex Alves, Náutico vence Botafogo por 3 a 1 e segue 100% na Série B
Série B

Em tarde de Alex Alves, Náutico vence Botafogo por 3 a 1 e segue 100% na Série B

Itália e País de Gales passam de fase na Eurocopa
Eurocopa

Itália e País de Gales passam de fase na Eurocopa