Resultado em clássico não mudará Estadual, diz técnico

Técnico vê Leão como favorito, mas minimiza peso de uma possível derrota na Arena

Técnico do Náutico, Roberto FernandesTécnico do Náutico, Roberto Fernandes - Foto: Paullo Almeida/Folha de Pernambuco

As consequências do resultado de um clássico, seja com vitória ou derrota, tem um peso acima do normal no futebol. São jogos que podem derrubar técnicos, aumentar a confiança do vencedor ou jogar o perdedor em crise. O desta noite, porém, foi minimizado pelo técnico Roberto Fernandes. Para o comandante do Timbu, o duelo diante do Sport, na Arena de Pernambuco, pela terceira rodada do Campeonato Pernambucano, não acarretará em grandes mudanças nos cenários dos dois clubes.

“Não se trata de uma decisão. A fórmula do Estadual valorizou equipes do interior e eu até concordo, mas acho esse modelo incompatível com qualquer tipo de cobrança para equipes como Náutico. São 11 times e se classificam oito para o mata-mata. Qualquer resultado no clássico não elimina o Náutico. O Sport ser o favorito não muda o processo que o clube vive”, apontou o treinador.

Sobre o favoritismo do Leão, Roberto destacou que, embora a disparidade seja grande, o fator “imponderável” de um clássico permite ao Náutico sonhar com um resultado positivo. “Qualquer um que analise de forma isenta o Pernambucano sabe que o Sport é favorito ao titulo. Mas clássico é um jogo diferente, onde a superação pode entrar em campo e o detalhe pode fazer a diferença”, contou.

Veja também

Náutico confirma contratação do meia Marcos Vinícius
Futebol

Náutico confirma contratação do meia Marcos Vinícius

Defesa de Carol Solberg recorrerá de advertência por 'fora, Bolsonaro'
Manifestação

Defesa de Carol Solberg recorrerá de advertência por 'fora, Bolsonaro'