Retirada a denúncia contra CR7 por suposto estupro

No mês passado, foi apresentado um pedido de retirada da denúncia à justiça do estado de Nevada, Estados Unidos

Cristiano Ronaldo, jogador da JuventusCristiano Ronaldo, jogador da Juventus - Foto: MARCO BERTORELLO / AFP

A denúncia por suposto estupro contra o português Cristiano Ronaldo, reaberta ano passado, foi retirada, informa a agência Bloomberg, que não soube informar se existiu um acordo econômico entre as partes.

No mês passado, foi apresentado um pedido de retirada da denúncia à justiça do estado de Nevada, Estados Unidos. A Bloomberg tentou, mas sem sucesso, contato com advogados das duas partes para saber mais sobre os motivos.

Cristiano Ronaldo, cinco vezes vencedor do prêmio Bola de Ouro e atualmente na Juventus de Turim, foi denunciado pela americana Kathryn Mayorga, hoje com 34 anos, por suposto estupro.

Mayorga afirmava em uma ação civil apresentada em Las Vegas que o astro português a sodomizou à força em 13 de junho de 2009 em seu quarto de hotel, apesar de ter rejeitado as investidas e tentado se proteger com as mãos. Cristiano Ronaldo sempre negou as acusações.

Leia também:
Neymar nega estupro e diz ter caído em armadilha
Intimada, denunciante de Neymar não vai à delegacia


Em janeiro, a polícia de Las Vegas solicitou às autoridades italianas uma mostra de DNA de Cristiano Ronaldo.

A Juventus anunciou em março que a pré-temporada da equipe para a próxima temporada acontecerá na Ásia, e não nos Estados Unidos como nos dois últimos anos.

Veja também

'Ele morreu por alguns minutos', diz ex-médico de Eriksen
SUSTO NA EUROCOPA

'Ele morreu por alguns minutos', diz ex-médico de Eriksen

Brasil encara Venezuela na estreia da Copa América 2021
Futebol

Brasil encara Venezuela na estreia da Copa América 2021