Retrospectiva: recorde fatos que marcaram o mundo esportivo em 2019

Ano bom para Sport, Náutico e futebol feminino são destaques

Torcida do Sport comemora acesso do clubeTorcida do Sport comemora acesso do clube - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Ano da redenção rubro-negra
Após atravessar um 2018 tenebroso, o Sport viveu um 2019 de conquistas. Teve, no entanto, um início de temporada conturbado, que culminou na eliminação precoce da Copa do Brasil, perante o Tombense, e a consequente saída do técnico Milton Cruz, mas depois o Rubro-negro deixou a crise de lado para dar alegrias ao seu torcedor.

Leia também:
Retrospectiva: confira os destaques da tecnologia em 2019
Retrospectiva: recorde fatos que marcaram as artes em 2019
Retrospectiva: confira os fatos que marcaram a política em 2019
Retrospectiva: relembre fatos que marcaram o mundo em 2019
Retrospectiva: relembre fatos que marcaram a economia em 2019
Retrospectiva: relembre fatos que marcaram Pernambuco em 2019
Retrospectiva: recorde fatos que marcaram o Brasil em 2019


Guto Ferreira assumiu o posto, em fevereiro, e o Leão voltou a sorrir. Com o treinador, o clube faturou o Campeonato Pernambucano diante do rival Náutico, além do vice-campeonato da Série B, que garantiu o retorno à Série A do Campeonato Brasileiro.

Timbu coroa 2019 com título da Série C

Campanha vitoriosa do Náutico na Série C foi consagrada com título

Campanha vitoriosa do Náutico na Série C foi consagrada com título - Foto: Léo Lemos/CNC

O ano do Náutico foi de volta por cima. No primeiro semestre, o Alvirrubro perdeu o título estadual para o Sport, foi eliminado da Copa do Brasil pelo Santa Cruz e teve sua queda decretada na Copa do Nordeste, na semifinal, diante do Botafogo/PB. Porém, no Brasileiro Série C, encontrou a redenção. Com a chegada do técnico Gilmar Dal Pozzo, o Timbu conseguiu terminar a primeira fase na liderança do Grupo A e, no mata-mata, deixou Paysandu/PA e Juventude/RS para trás, nas quartas e semifinais, respectivamente, e coroou a temporada com a volta à Série B e o título nacional sobre o Sampaio Corrêa.

Em casa, Brasil vence Copa América

Seleção conquistou a Copa América com vitória sobre o Peru

Seleção conquistou a Copa América com vitória sobre o Peru - Foto: Carl de Souza/AFP

Doze anos após ser campeão da Copa América pela última vez, o Brasil voltou ao lugar mais alto do pódio da competição em 2019. Sem seu principal jogador - Neymar estava lesionado -, o time comandado por Tite venceu o torneio em casa de forma invicta. Foram quatro vitórias e dois empates nos seis jogos disputados. No duelo mais esperado, a Seleção Brasileira venceu a Argentina de Lionel Messi por 2x0, na semifinal. Na grande decisão, realizada no Maracanã, a Canarinho chegou ao nono título ao bater os peruanos pelo placar de 3x1.

Neymar enfrenta turbilhão de polêmicas

O atacante brasileiro Neymar deixa uma delegacia depois de dar uma declaração à polícia por postar mensagens íntimas do WhatsApp com Najila Trindade Mendes de Souza, que acusou de estupro, nas mídias sociais

Neymar deixa delegacia depois de dar declaração à polícia por postar mensagens íntimas do WhatsApp com Najila Trindade Mendes de Souza, que o acusou de estupro, nas mídias sociais - Foto: Mauro Pimentel/AFP

2019 também fica marcado pela série de polêmicas extracampo protagonizadas por Neymar. No início de junho, o jogador foi acusado de estupro pela modelo Najila Trindade após um encontro entre os dois em Paris, na França. Na ocasião, o jogador negou o ocorrido e disse ser vítima de extorsão. Dois meses após o fato, a Justiça de São Paulo resolveu arquivar a denúncia por falta de provas. Antes, em abril, o astro já havia dado um soco no rosto de um torcedor do Rennes após a final da Copa da França.

Brasil brilha no Pan e no Parapan

Time de Natação no Parapan de Lima

Time de Natação no Parapan de Lima - Foto: Ale Cabral/CPB

No ano que antecedeu a Olimpíada de Tóquio, a delegação do Brasil registrou a melhor campanha na história dos Jogos Pan-Americanos. Em Lima, no Peru, o País conquistou 171 medalhas e garantiu o segundo lugar no quadro geral, com 55 de ouro, 45 de prata e 71 de bronze. Os brasileiros também fizeram bonito no Parapan. Com 124 ouros e 308 pódios no total, os paratletas garantiram a liderança pela quarta vez consecutiva. A marca também superou o número histórico do México na primeira edição do evento, em 1999, quando faturou, em casa, 121.

Futebol feminino vive marco

Seleção comemora gol no Mundial Feminino

Seleção comemora gol no Mundial Feminino - Foto: CBF

O ano também foi do auge do futebol feminino. A Copa do Mundo realizada na França, entre junho e julho, teve audiência de 1,12 bilhão de telespectadores de acordo com relatório da Fifa, um aumento de 30% em relação a 2015. Vencido novamente pelos Estados Unidos, o torneio coroou a meio-campista Megan Rapinoe como a melhor jogadora do mundo. No Brasil, também com recordes de audiência mesmo com a queda nas oitavas de final para a França, por 2x1, o evento representou uma mudança de ares. Após o torneio, a seleção passou a ser comandada pela técnica sueca Pia Sundhage. Além disso, a CBF anunciou candidatura para sediar a Copa do Mundo de 2023.

Símbolos do futebol saem de cena

uiz José de Lacerda, ex-presidente do Central de Caruaru

Luiz José de Lacerda, ex-presidente do Central de Caruaru - Foto: Reprodução/TV Asa Branca

Despedidas significativas nos esportes marcaram 2019. De atletas a cartolas. No início do ano, em janeiro, o mundo foi surpreendido com a tragédia do atacante argentino Emiliano Sala, que se envolveu em um acidente de avião quando ia para Cardiff assinar com seu novo clube. No Brasil, o mítico Santos de Pelé viu uma de suas estrelas sair de cena, com a morte de Coutinho, aos 75 anos, em março. Fora das quatro linhas, o ex-presidente do Vasco, Eurico Miranda, aos 74 anos, e Luiz José de Lacerda, 94, ex-presidente do Central de Caruaru, também faleceram.

Veja também

Elenco do Santa Cruz foca na reta final e mantém esperança viva: "Não vamos desistir"
Santa Cruz

Elenco do Santa Cruz foca na reta final e mantém esperança viva: "Não vamos desistir"

Italo Ferreira relata ameaça de bomba em seu voo: 'Que loucura'
Surfe

Italo Ferreira relata ameaça de bomba em seu voo: 'Que loucura'