Futebol

Rhaldney comemora primeiro gol pelo Náutico

Volante balançou as redes na vitória por 3x1 diante do Botafogo/SP, nos Aflitos, pela Série B

Rhaldney, volante do NáuticoRhaldney, volante do Náutico - Foto: Caio Falcão/CNC/Divulgação

Dias antes do jogo contra o Botafogo/SP, nos Aflitos, pela Série B do Campeonato Brasileiro 2020, o volante Rhaldney contou que, mesmo vivendo bom momento com a camisa do Náutico, estava encarando uma cobrança em casa para ir além de sua função primordial de marcação. O pai do jogador também queria gols. O pedido foi atendido justamente no duelo perante os paulistas. Em grande estilo, com um chute de fora da área, ajudando o Timbu a ganhar por 3x1.

“Fiquei feliz por ser orgulho do meu pai, da minha família. Faço tudo por eles. Sempre quando acaba o jogo, falo com minha mãe. Desde pequeno, na base, meu trabalho sempre foi para conseguir meus objetivos e deixá-los curtir a vida. Não é fácil criar um filho. Eles passam por sufocos, momentos de vida em que precisamos passar para crescer. Daquilo que eu vinha pedindo a Deus, já está começando. Depois do gol, quando cheguei em casa, ele (pai) me deu abraço e disse que era para ser o primeiro de muitos”, afirmou. 

O resultado deixou o Náutico na 10ª colocação, com 13 pontos, três a menos que a Chapecoense, quarta colocada e primeira integrante do G4 da Série B. Os catarinenses serão os adversários dos pernambucanos na sexta (18), nos Aflitos. 

“Estamos trabalhando para conseguir nossos objetivos. Sabemos que o time da Chapecoense tem qualidade e é um dos favoritos a subir. Temos que manter a forma, não podemos nos acomodar. Vamos ver o que o professor (Gilson Kleina) vai passar nesta semana para a gente conseguir o resultado”, cravou. 

 

Veja também

Jair completa um mês de Sport com time organizado e boas atuações
Sport

Jair completa um mês de Sport com time organizado e boas atuações

Santa anuncia dupla de reforços por empréstimo do Avaí
Futebol

Santa anuncia dupla de reforços por empréstimo do Avaí