Ricardo Rocha diz que ex-jogador jogava palavras cruzadas no momento de infarto

O ex-jogador pernambucano era muito amigo de Carlos Alberto Torres

Prefeitura de São Lourenço da MataPrefeitura de São Lourenço da Mata - Foto: Divulgação

Companheiros de SporTV, ex-jogadores da seleção brasileira. Amigos e parceiros de negócios, Carlos Alberto Torres e Ricardo Rocha estavam juntos no domingo passado (23), na última participação do Capita como comentarista de TV. Ricardo lembrou do último encontro e relatou sua tristeza com a morte do colega nesta terça-feira (25).

"Ele estava em casa sentado quando ele passou mal, fazendo palavras cruzadas", contou o ex-zagueiro. "Ele passou mal e caiu. Foi infarto fulminante." Ricardo Rocha disse que o lateral tricampeão do mundo em 1970 tinha boa saúde. "Zero problema cardíaco, ele não tinha nada. Parou de fumar há mais de 30 anos. Quando a coisa tem que acontecer, acontece", lamentou.
O comentarista do SporTV contou que encontrava Carlos Alberto Torres de duas a três vezes por semana, que era seu amigo e falou da lembrança inesquecível que o ex-lateral deixará. "A gente sempre vai lembrar daquele beijo na taça do tri de 70. Quando se fala de capitão no Brasil se fala em Carlos Alberto Torres. A família está arrasada."

Colega de mesa no SporTV, Luiz Ademar acompanhou Carlos Alberto Torres em sua última participação como comentarista e recordou que lhe deu carona após o programa "Troca de Passes" do domingo (23). "Eu estava com ele domingo, deixei ele em casa domingo, nós chegamos lá comemos um lanche juntos ainda a gente quando saímos o pessoal ainda ia começar o 'Extraordinários'", narrou.

Ademar, que também é comentarista do canal, afirmou que o ex-jogador tinha saúde e os problemas que ele tinha eram comuns da idade: uma operação no joelho há cinco anos e uma dor na coluna. Bem humorado, Carlos Alberto falou do aniversário de Pelé, que também se recupera de dificuldades físicas. "Negão [Pelé] está se recuperando. Nós somos todos novos, ele falava antigamente que se morria com 50, 60, agora dá para viver até uns 80, 90 anos", disse o ex-lateral na ocasião.

Carlos Alberto projetava as festas de fim de ano e queria comemorar o final da temporada com a equipe do canal de televisão. Conta Luiz Ademar: "Ele falou: 'você é o primeiro a saber, no final do ano vou fazer um churrasco aqui na Barra porque eu adoro todo mundo, a turma do SporTV. Vou convidar todos vocês.'"

Veja também

Palmeiras se irrita e vê silêncio gerar conflito após 2 semanas sem técnico
Futebol

Palmeiras se irrita e vê silêncio gerar conflito após 2 semanas sem técnico

Náutico perto de acerto com Fernando Leite, executivo de futebol
Futebol

Náutico perto de acerto com Fernando Leite, executivo de futebol