Ricciardo vence GP da Malásia; Hamilton quebra e deixa Rosberg escapar

Rosberg aumentou de 8 para 23 pontos sua vantagem sobre o atual bicampeão mundial, faltando cinco corridas para o fim

Duas de MimDuas de Mim - Foto: Divulgação

O australiano Daniel Ricciardo venceu o Grande Prêmio da Malásia de Fórmula 1, neste domingo, em "dobradinha" da Red Bull com o holandês Max Verstappen, enquanto o alemão Nico Rosberg ficou em terceiro e escapou na liderança, sendo beneficiado com o abandono de Lewis Hamilton, seu companheiro de equipe na Mercedes.

O inglês, que largou na position, vinha liderando com folga, mas acabou quebrando o motor, na 41ª das 56 voltas da prova. Desta forma, Rosberg aumentou de 8 para 23 pontos sua vantagem sobre o atual bicampeão mundial, faltando cinco corridas para o fim.

No rádio, foi possível ouvir Hamilton gritando "não, não", batendo com a mão no capacete, enquanto seu motor estava em chamas. O piloto de 31 anos, que busca seu quatro título, depois de 2008, 2014 e 2015, já teve outros problemas desse tipo nesta temporada, e terá que cortar um dobrado para alcançar o rival.

Rosberg pode até ter comemorado o fato de ter ficado mais próximo do seu primeiro título mundial, mas a prova foi um pesadelo para a Mercedes, que perdeu a oportunidade de se sagrar tricampeã dos construtores com antecedência.

Verstappen chama Vettel de "idiota"
O alemão fez uma grande corrida de recuperação, depois de uma largada desastrosa, na qual rodou na primeira curva ao se chocar com o compatriota Sebastian Vettel, da Ferrari, caindo da segunda para a 17ª posição.

Vettel, que ganhou a corrida no ano passado, teve que abandonar depois da batida. Verstappen, que estava logo atrás na hora do incidente, quase foi prejudicado e chamou o tetracampeão mundial, ex-piloto da RBR, de "idiota e de "louco".

Depois do abandono de Hamilton, o jovem e impetuoso holandês, que completou 19 anos na sexta-feira, tentou de tudo para ultrapassar Ricciardo, mas não conseguiu impedir o australiano de garantir sua primeira vitória da temporada, a quarta na carreira.

Nenhum brasileiro pontuou. Felipe Massa, da Williams, terminou em 13º, a uma volta do australiano, enquanto Felipe Nasr, da Sauber, teve um problema mecânico na 48ª volta.

O próximo GP está marcado para o próximo domingo, no circuito de Suzuka, no Japão.

Classificação final do GP da Malásia:

1. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-TAG Heuer)

310,408 km em 1h37:12.776

(velocidade média: 191,584 km/h)

2. Max Verstappen (HOL/Red Bull-TAG Heuer) a 2.443

3. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) 25.516

4. Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) 28.785

5. Valtteri Bottas (FIN/Williams-Mercedes) 1:01.582

6. Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes) 1:03.794

7. Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda) 1:05.205

8. Nico Hülkenberg (ALE/Force India-Mercedes) 1:14.062

9. Jenson Button (GBR/McLaren-Honda) 1:21.816

10. Jolyon Palmer (GBR/Renault) 1:35.466

11. Carlos Sainz Jr (ESP/Toro Rosso-Ferrari) 1:38.878

12. Marcus Ericsson (SUE/Sauber-Ferrari) a 1 volta

13. Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes) a 1 volta

14. Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso-Ferrari) a 1 volta

15. Pascal Wehrlein (ALE/Manor-Mercedes) a 1 volta

16. Estéban Ocon (FRA/Manor-Mercedes) a 1 volta

Abandonos:

Sebastian Vettel (ALE/Ferrari): batida, na 1ª volta

Romain Grosjean (FRA/Haas): problema de freios, na 9ª volta

Kevin Magnussen (DIN/Renault): problema mecânico, 18ª volta

Lewis Hamilton (GBR/Mercedes-AMG): problema de motor, 41ª volta

Esteban Gutiérrez (MEX/Haas): problema mecânico, na 41ª volta

Felipe Nasr (BRA/Sauber): problema mecânico, na 48ª volta

-Classificação do Mundial de pilotos:

1. Nico Rosberg (ALE) 288 pontos

2. Lewis Hamilton (GBR) 265

3. Daniel Ricciardo (AUS) 204

4. Kimi Raikkonen (FIN) 160

5. Sebastian Vettel (ALE) 153

6. Max Verstappen (HOL) 147

7. Valtteri Bottas (FIN) 80

8. Sergio Pérez (MEX) 74

9. Nico Hülkenberg (ALE) 50

10. Fernando Alonso (ESP) 42

11. Felipe Massa (BRA) 41

12. Carlos Sainz Jr (ESP) 30

13. Romain Grosjean (FRA) 28

14. Daniil Kvyat (RUS) 25

15. Jenson Button (GBR) 19

16. Kevin Magnussen (DIN) 7

17. Jolyon Palmer (GBR) 1

18. Pascal Wehrlein (ALE) 1

19. Stoffel Vandoorne (BEL) 1

20. Esteban Gutiérrez (MEX) 0

21. Marcus Ericsson (SUE) 0

22. Felipe Nasr (BRA) 0

23. Rio Haryanto (INA) 0

24. Estéban Ocon (FRA) 0

- Classificação do Mundial de construtores:

1. Mercedes-AMG 553 pontos

2. Red Bull 359

3. Ferrari 313

4. Force India 124

5. Williams 121

6. McLaren-Honda 62

7. Toro Rosso 47

8. Haas 28

9. Renault 8

10. Manor 1

11. Sauber 0

12. Toro Rosso 0

Veja também

Você não é o Zlatan, diz Ibrahimovic em campanha de combate à Covid-19
Coronavírus

Você não é o Zlatan, diz Ibrahimovic em campanha de combate à Covid-19

Pandolfo evita problematizar situação do Imperatriz e avisa: ‘Estamos focados no jogo’
Série C

Pandolfo evita problematizar situação do Imperatriz e avisa: ‘Estamos focados no jogo’