Riquelme cogita concorrer à presidência do Boca Juniors

Ex-meia manifestou vontade de disputar pleito no próximo ano, quando termina o mandato de Daniel Angelici

Riquelme é um dos maiores ícones do Boca JuniorsRiquelme é um dos maiores ícones do Boca Juniors - Foto: Alejandro Pagni/AFP

Um dos maiores ícones da história do Boca Juniors, Juan Román Riquelme quer retornar ao clube. Não, o ex-meia não trabalhará pela volta aos gramados e uma nova passagem pelo time. Agora, a ideia do ex-camisa 10 é comandar o clube fora das quatro linhas, mais precisamente na presidência.

Em entrevista concedida à ESPN local, Riquelme manifestou a intenção de concorrer à presidência do Boca Juniors em 2019. A atual gestão de Daniel Angelici termina em dezembro do ano que vem.

"Tenho que pensar em ser presidente do Boca Juniors. Sim, tenho que tomar a responsabilidade e espero que o torcedor me dê o mesmo tempo que deram a Daniel e ganhar muitos títulos", declarou Riquelme.

Apesar de elogioso para com Daniel Angelici, o ex-meia indicou o principal defeito do atual mandatário: não conquistar a Copa Libertadores. O torneio sul-americano é a principal bandeira da "pré-candidatura" de Riquelme.

"Ele tentou fazer as coisas muito bem nestes últimos sete anos, mas não ganhamos a Libertadores", encerrou Riquelme - o último título de Libertadores do Boca Juniors foi em 2007.

Veja também

Com classificação encaminhada, Martelotte garante seriedade: "Não vamos relaxar nem desconcentrar"
Santa Cruz

Com classificação encaminhada, Martelotte garante seriedade: "Não vamos relaxar nem desconcentrar"

Santa Cruz vence Botafogo/PB por 1 a 0 e alcança marca histórica de 27 pontos na competição
Série C

Santa Cruz vence Botafogo/PB por 1 a 0 e alcança marca histórica