A-A+

Rithely revela ansiedade em reestreia pelo Sport

Volante voltou ao Leão em 2020 após um período de empréstimo ao Internacional

Rithely em ação contra o Vitória das TabocasRithely em ação contra o Vitória das Tabocas - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Leia também

• Náutico recebe River/PI na estreia da Copa do Nordeste

• Mais um empate: Náutico fica no 1x1 com o River

• Davos termina com pressão por ação ambiental e expectativa quanto a poder de Guedes

De volta ao Sport em 2020, o volante Rithely fez sua reestreia com a camisa rubro-negra na última quarta-feira (22), no empate em 1x1 diante do Vitória, pelo Estadual. O jogador voltou ao Leão depois de duas temporadas de lesões e poucos jogos no Internacional. Apesar de ter feito mais de 350 partidas pelo time leonino, ele não escondeu o frio na barriga antes de entrar em campo.

"Guto já tinha conversado comigo uns dias antes. Já estava preparado pra voltar, mas, mesmo assim, deu um frio na barriga, aquela ansiedade. No meu ponto de vista foi uma estreia razoável. Lógico que quando o time não sai com a vitória, você acaba se cobrando mais ainda. Porém, deu para se movimentar bem. Espero pegar o ritmo para ficar no mesmo nível da galera que se reapresentou antes e ajudar o clube a conquistar as vitórias", falou o volante.

Na sua passagem pelo Colorado, Rithely pouco atuou. Depois de perder todo o ano de 2018 por conta de problemas clínicos, em 2019 o atleta só participou de 16 compromissos dos gaúchos na temporada. Até por isso, o técnico Guto Ferreira vem pedindo paciência com o jogador, e só quer que ele seja "cobrado pelo que já fez em sua primeira passagem no Sport daqui a três ou quatro meses."

Ainda trabalhando para atingir o ápice de sua forma física, Rithely esteve em campo no meio de semana por 68 minutos, e afirma que só vai chegar ao mesmo nível dos outros com sequência e muito trabalho. "Só vou atingir o nível dos demais jogando. Tem que ter sequência para pegar esse ritmo. Jogando 60 minutos para acelerar... Mas vai de acordo com o que a comissão técnica optar. Se não for no jogo tem que ser no treino. Sempre que termina uma atividade eu estou tentando fazer algo no campo ou na academia para estar logo 100%", finalizou.

Para a partida diante do CSA, neste sábado (25), a tendência é que Rithely seja opção no banco de reservas. A dupla de volantes para a estreia no Nordestão deve ser Willian Farias e Jean Patrick.

Leia também:
Com 'reforços' regularizados, Sport encara o CSA pelo Nordestão
Sport ganha reforços para enfrentar CSA, neste sábado

Veja também

Série D define dois últimos clubes que subirão à Série C de 2022
Futebol

Série D define dois últimos clubes que subirão à Série C de 2022

Dá, sim, para acreditar no acesso, Timbu!
Que Golaço!

Dá, sim, para acreditar no acesso, Timbu!