Esportes

Rivalidade: Nordeste está em peso na Série C 2019

Pela primeira vez, desde que foi adotado o atual modelo de disputa, o Brasileiro da Terceira Divisão tem uma chave contendo somente equipes nordestinas

Série C começa neste domingo para PernambucoSérie C começa neste domingo para Pernambuco - Foto: Lucas Figueiredo/CBF

 

Pela primeira vez, desde que foi adotado o atual modelo de disputa, com dois blocos de 10 times cada, o torneio terá uma chave contendo somente equipes do Nordeste. Fruto de uma crescente de times da região que estavam na Série D e de insucessos de clubes tradicionais que não conseguiram o acesso à Segundona nos últimos anos. Não faltará rivalidade local e regional.

Leia também:

Confira a tabela de Náutico e Santa na Série C 2019

Alvirrubros querem criar "gordura" no início da Série C

Náutico visita ABC na estreia da Série C

Santa fez prévia da Série C contra quatro adversários 

Favorito? Cinco motivos para acreditar no acesso do Santa 

A um mês da Série C, Leston vê Santa Cruz com base pronta 

Além dos representantes pernambucanos (Náutico e Santa Cruz), o Grupo A terá integrantes da Paraíba (Treze e Botafogo/PB), Rio Grande do Norte (ABC e Globo), Maranhão (Sampaio Corrêa e Imperatriz), além de um cearense, o Ferroviário, e um sergipano, o Confiança.

Um grupo só de nordestinos traz uma vantagem interessante aos clubes. Até o ano passado era comum ter equipes de fora da região na chave. Normalmente representantes do Norte e até mesmo do Centro-Oeste. O que ocasionava longas viagens, como idas para Lucas do Rio Verde/MT ou Rio Branco/AC, por exemplo, enfrentando adversários como Luverdense e Atlético/AC. Sem falar nas idas esporádicas para Belém/PA, encarando Paysandu e Remo. Um desgaste físico a menos.

No ano passado, a Série C contou com oito equipes nordestinas. Quantidade que não significou qualidade. Nenhum time comemorou o acesso - Náutico e Santa Cruz, inclusive, caíram nas quartas de final para Bragantino e Operário/PR, respectivamente. Já o Botafogo/PB foi superado pelo xará de Ribeirão Preto, o Botafogo/SP.

Dos 10 integrantes da atual edição, seis estiveram no ano passado, casos de Náutico, Santa Cruz, ABC, Globo/RN, Botafogo/PB e Confiança. Um veio da Série B após rebaixamento (Sampaio Corrêa). Os outros três chegam empolgados após acesso na Série D 2018. São eles Ferroviário/CE (campeão), Treze e Imperatriz.

Na Série C, os quatro melhores de cada grupo avançam para as quartas de final. Em seguida, a competição terá os jogos de mata-mata, com duelos de ida e volta. Os primeiros e segundos colocados das respectivas chaves terão a vantagem de decidir o segundo confronto em casa. Quem passar para as semifinais já terá vaga assegurada na Segundona de 2020.

GRUPO B
No outro lado da chave, a Série C reuniu equipes das demais regiões brasileiras. Com relação ao ano passado, as novidades são Paysandu, Juventude, Boa Esporte e São José/RS. Os três primeiros foram rebaixados na Série B 2018, enquanto o último subiu de divisão na temporada anterior. Além do quarteto, o campeonato terá Atlético/AC, Luverdense/MT, Remo, Tombense/MG, Volta Redonda/RJ e Ypiranga/RS.

 

Veja também

Governo britânico autoriza venda do Chelsea para um grupo liderado pelo americano Todd Boehly
Futebol

Governo britânico autoriza venda do Chelsea para um grupo liderado pelo americano Todd Boehly

Sport anuncia saída de Rodrigão
Sport

Sport anuncia saída de Rodrigão