Rivalidade recente entre Sport e Palmeiras será posta em jogo

Dos anos 2000 para cá, Sport e Palmeiras criaram uma rivalidade através de vários jogos decisivos, até mesmo pela Taça Libertadores

Sport x Santa Cruz, na Ilha do RetiroSport x Santa Cruz, na Ilha do Retiro - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

A relação entre Sport e Palmeiras se iniciou em 1955. Em amistoso realizado no Recife, os paulistas foram convidados indigestos e venceram por 2x1, em plena Ilha do Retiro. De lá para cá os dois times se enfrentaram em 59 ocasiões, com 30 vitórias dos palmeirenses, 11 empates e 18 triunfos dos rubro-negros, com 85x66 para o Verdão em gols marcados. O penúltimo encontro aconteceu ano passado, pela Série A. Com quase 38 mil torcedores presentes, o Palmeiras calou a Arena de Pernambuco e venceu por 2x0, e no último encontro, em São Paulo, o alviverde goleou por 5x1.

O próximo embate está marcado para acontecer neste sábado (26), no Allianz Parque, às 19h, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro 2018. Mas dos anos 2000 para cá a rivalidade esquentou entre Leão e Porco, com os dois protagonizando vários jogos decisivos.

Leia também:
Por contrato, Sport não terá Michel Bastos contra o Palmeiras
Com Rogério dúvida, Sport deve ter três volantes contra o Verdão
Capitão e líder em desarmes: Anselmo comemora fase no Sport
Sport renova até 2021 com Maílson, possível sucessor de Magrão

Uma rivalidade que nasceu praticamente na Série B em 2003. No memorável e decisivo duelo na penúltima rodada, no Gigante do Agreste, em Garanhuns, o Sport precisava de uma vitória para se manter vivo na luta e o Palmeiras precisava vencer para carimbar a volta à elite nacional. Abrindo o placar com o zagueiro Gaúcho, o Leão tomou a virada com gols de Magrão e Edmílson, e teve o sonho do acesso encerrado.

Em 2008, outro encontro inesquecível. Pelas oitavas de final da Copa do Brasil, os leoninos iriam enfrentar o todo poderoso Palmeiras, que montara um super time com Denílson, Valdívia, Diego Souza e Kleber Gladiador. Após um 0x0 insosso em São Paulo, os rubro-negros atropelaram o Palmeiras na Ilha do Retiro, aplicando um sonoro 4x1, com direito a hat-trick de Romerito e um belo gol de Dutra fechando a conta.

No ano seguinte, a maior decepção leonina. Novamente nas oitavas de final, mas desta vez na sonhada Taça Libertadores, o Sport perdeu a ida por 1x0, em São Paulo. Com melhor campanha que o rival, os pernambucanos ganharam o direito de decidir a classificação em casa. No tempo normal, o Leão devolveu a derrota pelo mesmo placar, com gol de Wilson. Na disputa por pênaltis, Luciano Henrique, Fumagalli e Dutra desperdiçaram as suas cobranças e o Sport foi eliminado.

Em 2014, veio uma "quase revanche". No jogo oficial de abertura do Allianz Parque, o Sport calou os quase 36 mil presentes no estádio batendo o Verdão por 2x0, com gols de Ananias e Patric. Porém, nos últimos quatro encontros o Palmeiras levou a melhor, vencendo todos, válidos pelo Brasileirão. Na 12ª colocação no Brasileirão 2018, os rubro-negros precisam quebrar essa sequência para voltar a respirar aliviado na tábua de classificação.

Veja também

Com Louzer de olho, Sport visita Sete de Setembro, pelo Estadual
Campeonato Pernambucano

Com Louzer de olho, Sport visita Sete de Setembro, pelo Estadual

Com VAR, Clássico das Multidões será marcado por encontro entre opostos
Campeonato Pernambucano

Com VAR, Clássico das Multidões será marcado por encontro entre opostos