Roberto elogia Bruno, mas não descarta reforço no gol

Goleiro da base foi um dos destaques na classificação do Náutico à próxima fase da Copa do Brasil

Bruno ganhou chance entre os titulares após lesão de JeffersonBruno ganhou chance entre os titulares após lesão de Jefferson - Foto: Léo Lemos/Divulgação/Náutico

Nada como um jogo após o outro para uma história antiga ser superada por uma nova. Após falhar na derrota do Náutico por 2x1 para o Botafogo/PB, pela Copa do Nordeste, o goleiro Bruno se redimiu em grande ao estilo e foi destaque do time na vitória por 1x0 perante o Fluminense/BA, pela segunda fase da Copa do Brasil.

"O que eu passei na semana passada não foi fácil. Não estou acostumado com isso, foi minha primeira falha no profissional, mas é futebol. Aprendi com os erros e dei a volta por cima", afirmou o atleta formado nas categorias de base do clube.

Leia também:
Roberto Fernandes celebra vitória, mas reclama de erros
Náutico bate o Fluminense/BA na Copa BR e ganha uma bolada

O técnico Roberto Fernandes também fez questão de destacar a superação do goleiro de 23 anos. "Futebol é apaixonante por conta disso principalmente para o atleta. Nem sempre treinador tem segunda chance, mas o jogador pode jogar novamente e trilhar uma história diferente. Ele foi o mais importante com defesas que garantiram a classificação”, apontou.

Reforços

Mesmo com a boa atuação de Bruno, Roberto deu a entender que uma possível contratação para o gol não está descartada. "Com a premiação da classificação (R$ 1,4 milhão), podemos abrir espaço para o elenco se tornar mais repetitivo. Temos três goleiros jovens. Jefferson vinha como titular absoluto. Bruno estreou b em, oscilou na segunda e hoje foi bem. Mas temos que tratar esse assunto com razão e não com emoção", pontuou.

Veja também

Revelação na reta final da Série B, Thassio faz avaliação positiva de temporadaFutebol

Revelação na reta final da Série B, Thassio faz avaliação positiva de temporada

Nadadora transexual enfrenta críticas ao quebrar recordes femininos após competir com homensEUA

Nadadora transexual enfrenta críticas ao quebrar recordes femininos