Roberto enaltece base e atuação de Rafael Assis

Treinador acredita que jogo serviu para a descoberta de mais opções na formação do time do Náutico

Náutico precisa se recuperar no NordestãoNáutico precisa se recuperar no Nordestão - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Justo no jogo em que deixou de escalar suas principais peças do time titular, o Náutico não só apresentou uma exibição convincente como também aplicou sua maior goleada até o momento na temporada. Com diversos reservas e sete jogadores da base, o Timbu bateu o Salgueiro por 4x0, na Arena de Pernambuco, reassumindo a ponta da tabela do Campeonato Pernambucano 2018. Como já era de se esperar, o técnico Roberto Fernandes foi só elogios ao grupo.

"Hoje eu preciso dizer, com pés no chão, que estou muito consciente do jogo que fizemos. Das circunstâncias, de tudo. Não há empolgação. Preciso pontuar algumas coisas. A primeira delas: parabenizar e exaltar o trabalho do Flávio Trevisan (preparador físico). Tivemos em campo jogadores que fizeram pouco a pré-temporada e alguns que estavam machucados, como Odilávio, Cal, Timbó, Rafael Assis e Camacho. Antes do jogo falei que o Náutico tinha reforços dentro do clube em fase de transição que podiam nos ajudar. E isso aconteceu hoje. Dos 19 relacionados, 12 eram da base e sete começaram jogando. Isso é importante ser valorizado", indicou.

"Não me lembro do Salgueiro, um finalista de pernambucano, sofrer uma goleada assim. Voltamos à liderança e, chegando quase na metade da fase de grupos, o resultado foi importante", ressaltou.

Roberto também deixou claro sua satisfação com o trabalho dos pratas da casa. Dos quatro gols da partida, três foram de garotos formados no clube: Rafael Ribeiro, Robinho e Odilávio. Alguns deles, inclusive, podem pintar como surpresa no duelo desta quinta (8), contra o Botafogo/PB, pela Copa do Nordeste.

"O jogo foi muito bom por vários aspectos. Primeiro, para mostrar a suposta equipe titular que, se cochilar, o cachimbo cai. Segundo: a recuperação e descoberta de alguns jogadores. O resultado pertence ao torcedor, Imprensa e aos dirigentes. Para comissão, é desempenho. Ás vezes você ganha o jogo, mas acaba vencendo mais pela fragilidade. O Salgueiro jogou com 70% dos seus titulares e o Náutico com 10%, somente com Bruno. Cal fez uma partida impecável, Odilávio foi bem também. Lamento apenas a expulsão do Christiano porque ele é o mais jovem que está conosco. Mas isso não vai alterar o que pensamos dele e o que planejamos em termos de trabalho", detalhou.

Rafael Assis

Tirando os garotos da base, outro destaque do jogo foi o atacante Rafael Assis. O atleta entrou no segundo tempo na vaga de Clebinho e deu duas assistências para gol. "Rafael Assis, por ter ido duas vezes ao departamento médico, trabalhou pouco comigo. Uma coisa é treino e outra é jogo. Mas ele me surpreendeu de forma positiva", disse o técnico.

Veja também

Náutico confirma contratação do meia Marcos Vinícius
Futebol

Náutico confirma contratação do meia Marcos Vinícius

Defesa de Carol Solberg recorrerá de advertência por 'fora, Bolsonaro'
Manifestação

Defesa de Carol Solberg recorrerá de advertência por 'fora, Bolsonaro'