Roberto Fernandes admite situação difícil no Nordestão

Nas contas do técnico, Timbu precisa vencer os três jogos finais pelo Grupo C para avançar de fase no regional

Técnico lamentou ausência de WallaceTécnico lamentou ausência de Wallace - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

A derrota por 2x1 para o Bahia, na Arena Fonte Nova, complicou a vida do Náutico na Copa do Nordeste. Com o resultado, o Timbu permaneceu na terceira posição do Grupo C, com apenas um ponto, atrás do Tricolor de Aço (6) e Botafogo/PB (9). Mesmo sem jogar a toalha, o técnico Roberto Fernandes admitiu que a situação dos pernambucanos no torneio não está nada boa.

"Restam três jogos. Se empatarmos o próximo, eu não acredito mais. Se ganharmos, nós estaremos vivos e vamos para o jogo do Botafogo/PB para ver o que acontece. É difícil, mas eu também não morro de véspera", afirmou o treinador, citando a maratona de jogos e competições para argumentar a irregularidade no desempenho do time.

"Quem quer muito, traz de casa ou fica sem nada. Temos o menor orçamento dos últimos 10 anos, partimos da estaca zero e estamos disputando as competições. Se chegarmos nas finais das três (Copa do Nordeste, Campeonato Pernambucano e Copa do Brasil), tenho que ir no mínimo como auxiliar de Tite (técnico da Seleção Brasileira)", completou.

Sobre o confronto diante do Tricolor de Aço, Roberto viu equilibrou entre os times, mesmo existindo disparidade técnica.

"O Náutico fez um jogo equilibrado contra o Bahia. Se compararmos a diferença do momento dos dois times, nós podemos ver que isso não foi retratado em campo. Antes do gol do Bahia, tivemos três oportunidades. Mas o detalhe fez a diferença. Jogamos fora de casa e sofremos o gol em um contra-ataque", lamentou. ""Existe diferença grande entre Bahia e Náutico. Um está na Série A, com um jogador que pode pagar nossa folha inteira. Já nós estamos nos reestruturando. Para buscar o resultado positivo, somente com superação. O Bahia, se não foi o adversário mais qualificado que enfrentamos, foi um dos dois mais. Mas se tivéssemos ficado mais atentos ao detalhe, poderíamos pelo menos ter conseguido o empate", sentenciou.

Veja também

Vinícius avalia evolução na carreira e diz que Náutico pensa em acesso
Futebol

Vinícius avalia evolução na carreira e diz que Náutico pensa em acesso

Com jogos no Santos Dumont, Brasileiro de Beach Soccer começa nesta quarta
Beach Soccer

Com jogos no Santos Dumont, Brasileiro de Beach Soccer começa nesta quarta