Futebol

Roberto Fernandes diz que faltou ímpeto ao Náutico diante do Sampaio

Treinador citou que desgaste físico e falta de inspiração fizeram o Timbu sair do Castelão derrotado pelos maranhenses

Roberto Fernandes, técnico do NáuticoRoberto Fernandes, técnico do Náutico - Foto: Tiago Caldas/CNC

Nos dois últimos jogos fora de casa, o Náutico havia conseguido sair de campo sem ser derrotado, somando pontos que foram importantes para o clube ficar fora da zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro. Porém, nesta sexta (10), diante do Sampaio Corrêa, não foi possível seguir com a boa sequência. Derrotado por 2x0, o clube agora está ameaçado de terminar o fim de semana no Z4. Na visão do técnico Roberto Fernandes, dois fatores podem explicar o tropeço no Castelão. 

“A forma que entramos em campo foi a grande questão. Seja por desgaste físico ou falta de inspiração, não entramos com o mesmo ímpeto que tivemos contra Ituano e Brusque, os últimos dois jogos fora de casa, em que fizemos quatro dos seis pontos possíveis. Pagamos caro por isso”, afirmou. 

“Melhoramos o espírito no segundo tempo, criando algumas oportunidades, mas o resultado acabou sacramentado. Ruim, por ser um confronto direto. Agora é levantar a cabeça e tocar a semana”, completou.

O próximo compromisso do Náutico é no dia 18 de junho, contra o Sport, nos Aflitos. Duelo em que o Timbu não terá o zagueiro Wellington, expulso diante dos maranhenses. Em compensação, o treinador espera recuperar alguns atletas fora do jogo anterior por conta de desgaste físico ou que estavam aprimorando o condicionamento. Há, também, o regresso de Richard Franco, que cumpriu suspensão automática. 

“Precisamos aproveitar a semana da melhor forma possível, visando recuperação de jogadores importantes. Victor Ferraz, por exemplo, não iniciou a partida porque não teve condição de ir para o jogo. Viajou por conta da importância, pelo que representa como líder, mas as taxas dele apontavam que ele não tinha condição. O próprio atleta também conversou comigo dizendo que não tinha condições. Nos últimos cinco jogos, eu sempre perdia um, dois jogadores para o próximo (compromisso). Hoje, não pude contar com Richard Franco e Victor Ferraz”, lamentou.

Veja também

Com lesão muscular, Wellington não encara o Novorizontino
Futebol

Com lesão muscular, Wellington não encara o Novorizontino

Com contrato no fim, Bill está de saída do Sport
Sport

Com contrato no fim, Bill está de saída do Sport