Rússia começa preparação com brasileiro em campo

No ano passado, Mário Fernandes deveria ter jogado a Copa das Confederações pela Rússia, mas uma fratura no nariz fez com que pedisse dispensa para poder operar

Mário Fernandes deve ser o lateral direito da Rússia na CopaMário Fernandes deve ser o lateral direito da Rússia na Copa - Foto: Yuri Kadobnov/AFP

Anfitriã da Copa do Mundo, a Rússia deu início nesta sexta-feira (18) a sua preparação para o Mundial com um brasileiro em campo: o lateral-direito naturalizado Mário Fernandes, 27.

O atleta, que tem passaporte russo desde 2016, está entre os 28 que farão a preparação até a definição da lista final, em 4 de junho. Sua presença entre os 23 que defenderão a Rússia, entretanto, é praticamente certa.

No ano passado, deveria ter jogado a Copa das Confederações, mas uma fratura no nariz fez com que pedisse dispensa para poder operar. Depois disso, esteve em cinco partidas do time, sendo quatro oficiais.

Mesmo sem falar russo, apesar de cinco anos no país, o jogador que em 2011 pediu dispensa da seleção brasileira é elogiado por seu comportamento e esforço.

"Ele não vai aprender a falar russo em um mês se não aprendeu até agora. Não acredito nisso. Mas ele entende o que tem de fazer em campo e isso é o mais importante para nós", afirmou o técnico Stanislav Cherchesov.

Leia também:
Estudo aponta Brasil como favorito da Copa da Rússia
Derrota russa em Copa já causou mortes e caos em Moscou


"O Mário joga há muito tempo aqui e nós o conhecemos muito bem e não é a primeira vez que está na seleção. Apesar de ele não falar, entende. E dentro do grupo temos nosso preparador físico que é espanhol e fala russo. Ele ajuda na tradução e facilita o relacionamento", disse o atacante Fedor Smolov.

Parceiro de Mário no CSKA Moscou, Fedor Chalov também elogia o brasileiro.

"Não tem problema nenhum ele não falar. Ele tem relação boa com todos", disse.

Temporal

A primeira atividade da Rússia na base de Novogorsk, nos arredores de Moscou, foi realizada sob chuva. Intensa no início, mas que depois foi dando uma trégua. O primeiro dia de preparação teve foco mais na parte física.

Dos 28 convocados, só três que atuam fora da Rússia e ainda estão em atividade em seus clubes não se apresentaram: o goleiro Gabulov (Brugge-BEL), o zagueiro Neustädter (Fenerbahche-TUR) e o meia Cherishev (Villareal-ESP).

Os russos treinarão em Novogorsk até domingo. Depois, viajarão para a Áustria, onde ficarão até dia 31. No dia 30 enfrentam a seleção local.

Em 5 de junho, a equipe fará seu último amistoso antes da Copa contra a Turquia, em Moscou.

A estreia da Rússia no Mundial será em 14 de junho contra a Arábia Saudita no estádio Lujniki. Na primeira fase, a anfitriã ainda enfrentará Egito e Uruguai.

 

Veja também

Chateado, Martelotte se desculpa com o torcedor e lamenta permanência na série C
Santa Cruz

Chateado, Martelotte se desculpa com o torcedor e lamenta permanência na série C

Gestão Constantino Júnior fecha ciclo sem conquistas
Futebol

Gestão Constantino Júnior fecha ciclo sem conquistas