Salário de CR7 supera a folha de 14 times do Italiano

Com 31 mi de euros por ano na Juventus, Cristiano Ronaldo é o jogador mais bem pago da história do futebol do país

Presença de CR7 faz Velha Senhora sonhar alto na temporada Presença de CR7 faz Velha Senhora sonhar alto na temporada  - Foto: AFP

O salário do atacante Cristiano Ronaldo na Juventus, de 31 milhões de euros (cerca de R$ 149 milhões) líquidos por temporada, é mais alto que a folha salarial de 14 times que disputam a primeira divisão do Campeonato Italiano. Ao assinar contrato com o clube de Turim, CR7 se tornou o jogador mais bem remunerado da história do futebol italiano. O salário do português chega a ser quatro vezes maior que o total pago pelo Empoli ao elenco, segundo o jornal italiano "La Gazzetta dello Sport".

O contrato de quatro anos com o atacante representa para a Juventus uma despesa de aproximadamente 60 milhões de euros (R$ 289 milhões) anuais brutos, uma quantia suficiente para superar as folhas salariais de 14 das 20 equipes da elite do futebol italiano.

Além do já mencionado Empoli, Cristiano Ronaldo ganha mais dinheiro que os elencos de SPAL (21 milhões de euros), Chievo (21 milhões), Frosinone (22 milhões), Parma (23 milhões), Udinese (26 milhões), Atalanta (27 milhões), Genoa (29 milhões), Cagliari (29 milhões), Sassuolo (30 milhões), Bologna (34 milhões), Sampdoria (36 milhões), Fiorentina (37 milhões) e Torino (43 milhões).

Leia também:
Filho de Cristiano Ronaldo começa a treinar na Juventus
Cristiano Ronaldo quer ganhar a Champions com a Juventus

O desequilíbrio também é evidente na comparação entre os jogadores mais bem pagos. O segundo maior salário na Itália é o do argentino Gonzalo Higuaín, emprestado pela Juventus ao Milan, que ganha 9,5 milhões de euros, ou seja, 21,5 milhões a menos que o português.

Veja também

Eslovênia acusa comitê organizador do Mundial de Handebol de servir comida estragada
Handebol

Eslovênia acusa comitê organizador do Mundial de Handebol de servir comida estragada

Com 21% de chance de queda, Sport encara sequência que lhe deu apenas quatro pontos no 1º turno
Sport

Com 21% de chance de queda, Sport encara sequência que lhe deu apenas quatro pontos no 1º turno