Samira e Hannah convocadas para Torneio Quatro Nações

O grupo da Seleção Feminina de Handebol do Brasil disputará um campeonato junto com Cuba, Eslováquia e Uruguai

O Paço Municipal foi ocupado pela manhã, em GoianaO Paço Municipal foi ocupado pela manhã, em Goiana - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

 

De favorita ao pódio nos Jogos Rio-2016 a uma eliminação precoce e doída. Esse foi o resumo da participação da seleção feminina de handebol na Olimpíada. Mas, águas passadas, é o momento de virar a página e pensar no futuro. E foi, justamente, pensando adiante que o técnico Morten Soubak fez a primeira convocação do grupo após o evento, visando à disputa de mais uma edição do Torneio Quatro Nações, que acontece a partir de 24 de novembro, no Pará.
O elenco, com muitas meninas jovens, conta com 16 jogadoras. Entre elas, as pernambucanas Samira Rocha, ponta-esquerda, e Deborah Hannah, central que retorna ao grupo após lesões seguidas no joelho esquerdo. Não estão na lista a ponta Alexandra Nascimento e a goleira Mayssa Pessoa, que analisam a continuidade na seleção, além de Deonise, Fernanda e Mayara. Dani Piedade e Dara, por sua vez, se aposentaram.

O grupo disputará o Quatro Nações junto com Cuba, Eslováquia e Uruguai. Em 2017, o Brasil já terá alguns compromissos oficiais importantes como o Pan-Americano da modalidade, em junho, no Canadá, e o Mundial, em dezembro, na Alemanha.

“Obviamente que nosso trabalho agora não será um começo total, mas sim um recomeço. Temos que renovar em vários aspectos, pensar no estilo que estávamos jogando e nos aprofundarmos nas novas regras que foram implantadas para os Jogos do Rio e que devem permanecer”, pontuou o treinador.

 

Veja também

Entre contrariedades discursivas, Santa Cruz explica obras na fachada do Arruda
Santa Cruz

Entre contrariedades discursivas, Santa Cruz explica obras na fachada do Arruda

Daniel vê trabalho bem feito e projeta "decisões" do Sport
Sport

Daniel vê trabalho bem feito e projeta "decisões" do Sport