Sampaio quer quebrar tabu e repetir dobradinha

Nos três jogos que fez contra o Náutico nesta temporada, a Bolívia Querida perdeu todos

Lances de Náutico x Sampaio Lances de Náutico x Sampaio  - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Dia de quebrar tabus recentes e repetir uma dobradinha que deu certo em outros dois títulos nacionais. Esse é o combo que o Sampaio Corrêa espera conseguir neste domingo, no Castelão, no jogo da volta da final da Série C. A Bolívia Querida anda engasgada com o Náutico. Nos três jogos que fez contra o Timbu nesta temporada, perdeu todos. O último, no duelo de ida da decisão, por 3x1, nos Aflitos, ainda trouxe um detalhe preocupante: para ser campeão no tempo normal, o Tubarão precisa superar os pernambucanos por três tentos de diferença. Algo que ainda não aconteceu em 2019.

Com essas duas barreiras à frente, o Sampaio aposta na superstição. Nos títulos nacionais da Série B de 1972 e Série C de 1997, o clube teve o artilheiro da competição. Na Segundona, o goleador foi Pelezinho, com oito tentos. Na terceira divisão, o posto ficou com Marcelo Baron, com nove bolas na rede. Neste ano, quem briga pela honraria é Salatiel Júnior, com sete gols, um a menos que o trio que está na artilharia: Eduardo (Treze), Luiz Eduardo (São José-RS) e Negueba (Globo).

Para o confronto, o técnico João Brigatti terá o retorno do zagueiro Paulo Sérgio, recuperado de uma lesão muscular na coxa direita. Outra novidade no time pode ser a entrada de Rodrigo Andrade na vaga de Eloir no meio-campo. "Necessitamos fazer o primeiro gol. Com isso, nós vamos inflamar a torcida e buscar mais um para os pênaltis ou dois para o título", disse o treinador.

Leia também:
Saiba onde assistir Sampaio Corrêa x Náutico
Decisivo no mata-mata, Álvaro projeta gol na final
Náutico visita Sampaio na final da Série C 2019

Veja também

Thiago Monteiro tem caminho favorável em Roland Garros após vitória
Tênis

Thiago Monteiro tem caminho favorável em Roland Garros após vitória

Fortaleza e Ceará chegam juntos, pela primeira vez, às oitavas da Copa do Brasil
Copa do Brasil

Fortaleza e Ceará chegam juntos, pela primeira vez, às oitavas da Copa do Brasil