Santa cede empate ao Vitória/PE na estreia do estadual

No reencontro da torcida com o Arruda, Cobra Coral fica no 1x1 com o Tricolor das Tabocas e segue sem vencer

Técnico Júnior Rocha cumprimenta Jeremias Técnico Júnior Rocha cumprimenta Jeremias  - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Assim como no primeiro jogo da temporada 2018 (empate com o Confiança/SE, pela Copa do Nordeste), o Santa Cruz saiu na frente do Vitória/PE, mas cedeu o empate (1x1) e deixou o resultado escapar na estreia do Campeonato Pernambucano, nesta quinta-feira (18), no reencontro da torcida com estádio do Arruda. O próximo compromisso será contra o América/PE, no domingo (21), às 16h, no Ademir Cunha, em Paulista. 

Leia também: 

Após novo empate, tricolores se queixam de cansaço físico 

Júnior Rocha elogia organização, mas vai poupar titulares 

Com duas alterações em relação ao time que estreou na temporada – zagueiro Augusto Silva e meia Jeremias nas vagas de Renato Silveira e Daniel Sobralense, que sentiu dores no tornozelo direito, respectivamente –, o Santa dominou o Tricolor das Tabocas no primeiro tempo. Perdeu três grandes oportunidades de abrir o placar. O atacante Robinho perdeu um gol inacreditável ao ficar cara a cara com o goleiro Dida, depois o meia Arthur Rezende acertou o travessão em cobrança de falta e em seguida o atacante Augusto finalizou em cima do camisa 1. Já os visitantes não conseguiram criar jogadas, tentaram surpreender na bola parada e sequer encaixaram um contra-ataque. Apesar do 0x0, os donos da casa tiveram um bom volume de jogo, mais posse de bola e chances claras para balançar as redes.

No segundo tempo, o Santa Cruz seguiu atuando com o esquema tático 4-1-4-1 e voltou do intervalo a mil por hora. A pressão coral logo no início surtiu efeito. Aos 9 minutos, o meia Jeremias aproveitou o chute rasteiro do lateral-esquerdo Paulo Henrique, dominou a bola na entrada da área e deu um chute certeiro para o fundo das redes. A felicidade durou pouco. Aos 15 minutos, o atacante Thomas Anderson, revelado no Arruda em 2008, deixou tudo igual. Após cruzamento pelo lado direito de Felipe Almeida, o baixinho subiu mais alto e cabeceou para o gol. Com o resultado de 1x1, as equipes diminuíram o ritmo e encontram dificuldades para construir jogadas. Com chances raras, o placar seguiu empatado até o apito final. 

Ficha técnica

Santa Cruz 1

Tiago Machowski; Vítor, Genílson, Augusto Silva e Paulo Henrique; João Ananias, Jorginho, Jeremias (Robinho Mota) e Arthur Rezende (Lucas Gomes); Robinho e Augusto (Anderson). Técnico: Júnior Rocha.
Vitória 1
Dida; Felipe Almeida, Fabinho Vitória, Jonatha e Leo Carioca; Wires, Juninho e Paulo Vítor (Oliveira); Thomas Anderson (Luiz Henrique), Val Paraíba e Geovani (Diógenes). Técnico: Fernando Lins.
Local: estádio do Arruda, no Recife/PE. Árbitro: Deborah Cecília Cruz Correia (PE). Assistentes: Gilberto Freire de Farias e Charles Rosas Pires (ambos de PE). Gols: Jeremias (aos 9min do 2ºT) e Thomas Anderson (aos 15min do 2ºT). Cartões amarelos: Genílson (Santa Cruz); Fabinho Vitória e Leo Carioca (Vitória/PE). Público: 4.292; Renda: R$ 36.500,00.  

Veja também

Federação divulga tabela da retomada do Campeonato Paulista
Futebol

Federação divulga tabela da retomada do Campeonato Paulista

Estigma racista do goleiro negro persiste desde derrota na Copa de 1950
Futebol

Estigma racista do goleiro negro persiste desde derrota na Copa de 1950