Santa Cruz bate o Vila Nova e segue firme na briga pelo acesso

Com a vitória magra, os tricolores chegaram aos 22 pontos na Série B e agora voltam a jogar na Arena de Pernambuco, diante do Boa Esporte

André Luis, ex-atacante do Santa Cruz e atualmente na Ponte PretaAndré Luis, ex-atacante do Santa Cruz e atualmente na Ponte Preta - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Independentemente do futebol apresentado, o técnico Givanildo Oliveira deixou claro que “o importante era ganhar para fazer o dever de casa”. E o Santa Cruz, mesmo sem brilho, conseguiu bater o Vila Nova/GO por 1 x 0, na noite desta terça (18), na Arena de Pernambuco, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com o resultado conquistado, os tricolores seguem na briga pelo G4, com 22 pontos, e na próxima rodada enfrentam o Boa Esporte/MG, na sexta-feira (21), mais uma vez em São Lourenço da Mata.

O primeiro tempo foi muito abaixo da crítica e sem emoção. A sonolência e apatia das equipes refletiram na falta de criatividade dentro de campo. Durante os 45 minutos, mais os descontos, muita marcação e nenhuma chance real de gol, com apenas arremates de fora da área. Os goleiros Júlio César e Luís Carlos praticamente não tiveram trabalho, o placar não saiu do zero e os jogadores do Santa desceram para o intervalo sob vaias da torcida.

A entrada de Bruno Paulo no lugar de Augusto na volta para o segundo tempo surtiu feito. Deixou o Santa Cruz mais vivo pelo lado esquerdo. Na primeira boa jogada, construída por João Paulo, André Luís recebeu a bola dentro da área e acertou um belo chute para abrir o placar, aos 9 minutos, com um bonito gol. Em vantagem no placar, o time coral valorizou a posse de bola para administrar o resultado. Aos 31, Pitbull perdeu a chance de matar o jogo, mas mandou a bola no travessão ao ficar cara a cara com o goleiro Luís Carlos. O Vila Nova/GO tentou esboçar uma reação, porém não furou o bloqueio dos corais, que garantiram a vitória pelo placar mínimo.

FICHA DO JOGO
SANTA CRUZ
Júlio César; Gabriel Vallés, Bruno Silva, Anderson Salles e Tiago Costa; Wellington Cézar, Derley e João Paulo; André Luís (William Barbio), Halef Pitbull (Sandro) e Augusto (Bruno Paulo). Técnico: Givanildo Oliveira
VILA NOVA/GO
Luís Carlos; Magno, Alemão, Wesley Matos e Gastón Filgueira; Heitor, Claudinei (Tiago Adan), Léo Rodrigues (Mateus Anderson) e Alan Mineiro; Alípio e Moisés. Técnico: Hemerson Maria

Local: Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata/PE)
Horário: 20h30
Árbitro: Paulo Schleich Vollkopf (MS)
Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz e Leandro dos Santos Ruberdo (ambos do MS).
Gols: André Luís (9 do 2T),
Cartões amarelos: Bruno Paulo (S); Gastón Filgueira e Alemão (V). 

 

Veja também

Kevyn testa positivo para Covid-19 e desfalca Náutico
Futebol

Kevyn testa positivo para Covid-19 e desfalca Náutico

Casagrande critica omissão da CBF e Bolsonaro: 'Governo da morte, não da vida'
Opinião

Casagrande critica omissão da CBF e Bolsonaro: 'Governo da morte, não da vida'