Santa Cruz consegue virada épica e se mantém vivo na Série C

Depois de ficar por duas vezes atrás do placar, Tricolor foi buscar a virada sobre o Imperatriz/MA, nos minutos finais, na Arena de Pernambuco

Santa Cruz x Imperatriz/MA, na Arena de Pernambuco, pela Série CSanta Cruz x Imperatriz/MA, na Arena de Pernambuco, pela Série C - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

O Santa Cruz está vivo na Série C. Em uma partida imprópria para cardíacos, o Tricolor conseguiu uma heroica virada dentro da Arena de Pernambuco, na noite desta sexta-feira (2). Depois de ficar por duas vezes atrás no placar, a Cobra Coral conseguiu dois gols nos minutos finais e bateu o Imperatriz/MA, por 3x2. O resultado deixa a equipe pernambucana provisoriamente na sexta posição do Grupo A, com 21 pontos, dois a menos que o Ferroviário/CE, que tem 23. Já o time maranhense está em situação semelhante, pois tem os mesmos 21 pontos e está na quinta posição da chave, ficando à frente pelo saldo de gols.

Pressionado pelos maus resultados recentes, o Santa Cruz deixou transparecer dentro do gramado todo o seu nervosismo. A equipe errava passes simples e os jogadores se atrapalhavam no domínio de bola. Bem postado, o Imperatriz/MA tratou de se defender e atacar com parcimônia. Nunca ia com tudo à frente, tampouco se fechava na defesa. Não bastasse tudo isso, o Tricolor ainda jogava pressionado pela torcida, que vaiava com frequência. Mesmo desorganizados, os mandantes tiveram a primeira boa chance. Aos 25 minutos, Cesinha cruzou rasteiro. Guilherme Queiroz foi atrapalhado por Dudu e mandou por cima da barra.

Leia também:
Média de pontos complica metas de Náutico e Santa na Série C
Milton Mendes acredita em classificação do Santa Cruz
Má fase expõe ambiente incômodo no Santa Cruz

O castigo veio pouco depois. Aos 29 minutos, Lucas Campos mandou para Manoel por cima da defesa tricolor. O centroavante recebeu dentro da área, mas não bateu para o gol. Preferiu limpar o lance e rolar para Gabriel Caju aparecer livre no meio da área e abrir o placar. Gol do Imperatriz/MA e mais protestos da torcida coral. Curiosamente, o empate não tardou a surgir. Aos 32 minutos, Everton iniciou jogada próximo à meia-lua e passou para Dudu. O atacante entrou em velocidade na área e foi desarmado. Na sobra de bola, Everton apareceu rápido e mandou sem piedade para o fundo das redes, empatando o marcador pouro depois.

No segundo tempo, com alterações pontuais, o Santa voltou melhor. Jaílson perdeu uma grande chance, mas perdeu. Os lances de emoção escassearam. Até os minutos finais, quando a partida ganhou altas doses de eletricidade. Aos 37 minutos, Rayllan ganhou no alto de Warley, e escorou para o meio. Matheus Lima apareceu quase na pequena área para fazer 2x1. Parecia o fim do Tricolor. Aos 44 minutos, Jaílson levantou na área e o zagueiro Vitão empatou de cabeça. Dois minutos depois, após nova bola levantada na área, Dudu resvalou de cabeça e Augusto, também de cabeça, deu números finais com uma virada heroica.

FICHA TÉCNICA:

Santa Cruz 3
Anderson; Cesinha (Daniel Costa), João Victor, Vitão e Victor Lindenberg; Lucas Gonçalves, Kadu (Warley) e Everton; Jailson, Dudu e Guilherme Queiroz (Augusto). Técnico: Milton Mendes

Imperatriz/MA 2
Jean; Jonas (Valderrama), Ramon, Renan Dutra e Renan Luís; Xaves, Lucas Campos e Dos Santos; Xavier (Matheus Lima), Gabriel Caju e Manoel (Rayllan). Técnico: Paulinho Kobayashi

Local: Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR)
Assistentes: Jefferson Cleiton Piva da Silva (PR) e Daniel Cotrim de Carvalho (PR)
Gols: Manoel, aos 29, e Everton, aos 32 minutos do 1ºT. Matheus Lima, aos 37, Vitão, aos 44, e Augusto, aos 46 minutos do 2ºT.
Cartões amarelos: Lucas Gonçalves (S)
Renda: 52.474,60
Público: 5.124

Veja também

Uefa analisa Liga dos Campeões com mínimo de 10 jogos por time
Liga dos Campeões

Uefa analisa Liga dos Campeões com mínimo de 10 jogos por time

Após ganhar fôlego, Corinthians busca novo salto no Brasileiro
Futebol

Após ganhar fôlego, Corinthians busca novo salto no Brasileiro