Santa Cruz fecha temporada 2018 com alto número de reforços

Dos 39 reforços, 12 deles já não fazem mais parte do grupo. Além da grande quantidade de jogadores, três técnicos dirigiram o Santa Cruz na temporada

Meia-atacante Jaílson, atacante Pipico e volante Eduardo posaram com a camisa do Santa CruzMeia-atacante Jaílson, atacante Pipico e volante Eduardo posaram com a camisa do Santa Cruz - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Com o período de inscrição para a Série C encerrado na última sexta-feira, o Santa Cruz fechou o ciclo de contratações para a temporada. Ao todo, 39 reforços desembarcaram no Arruda - dois goleiros, cinco zagueiros, cinco laterais, nove volantes, oito meias e dez atacantes. 12 deles já deixaram o clube. Apesar da remontagem completa do elenco, o alto número de contratados chama a atenção. Para a Série C, 16 jogadores assinaram contrato, sendo seis deles sob o comando do técnico Roberto Fernandes.

Dos 39 reforços, 15 deles já não fazem mais parte do grupo: zagueiro Renato Silveira; laterais Paulo Henrique, Rafinha e Henrique Ávila; volantes Jefferson Silva, Jorginho, Ilaílson, Leandro Salino e Luiz Otávio; meias Daniel Sobralense e Maicon Assis; atacantes Robinho Mota, Vinícius, Robert e Fabinho Alves. Desses, apenas Luiz Otávio não foi dispensado. Saiu do Tricolor para o CRB/AL. Já Jefferson Silva acabou sendo emprestado ao América/PE. Outros atletas também deixaram a Cobra Coral, como o lateral-esquerdo Weslley (cedido ao Campinense/PB, mas que já retornou), o meia Anderson (emprestado para a Desportiva Guarabira/PB, mas que já retornou) e os volantes João Ananias (transferência para o Cuiabá/MT e hoje no Salgueiro) e Lucas Gomes (emprestado ao Belo Jardim/PE, mas que já retornou).

Além da grande quantidade de reforços, três técnicos dirigiram o Tricolor na temporada. Iniciou o ano com Júnior Rocha, um dos responsáveis pela reconstrução do elenco, que trocou o Santa Cruz pelo CRB-AL após a primeira rodada da Série C, empate em 1x1 com o Náutico, na Arena de Pernambuco, para disputar o Campeonato Brasileiro da Série B. Sob o seu comando, foram 19 partidas – cinco vitórias, 11 empates e três derrotas (aproveitamento de 43,75%) e duas eliminações precoces na primeira fase da Copa do Brasil (caiu para o Fluminense de Feira-BA) e nas quartas de final do Campeonato Pernambucano (despachado pelo rival Sport).

Leia também:
Lima chega ao Santa Cruz como último reforço para 2018
Santa ganha reforços para pegar acreanos, mas tem desfalques
Pipico realiza desejo antigo de defender o Santa Cruz
Santa paga salários de abril ao elenco e luta pelos funcionários


Após ser pego de surpresa com a saída de Júnior Rocha, o Santa Cruz trouxe PC Gusmão como substituto, mas seu trabalho à frente da Cobra Coral durou apenas 34 dias e ainda acumulou uma eliminação nas quartas de final da Copa do Nordeste (desclassificado pelo ABC-RN). No comando do time, disputou só seis partidas: uma vitória, dois empates e três derrotas. Conquistou o primeiro triunfo apenas no quarto jogo pelo clube (contra o Globo-RN de virada por 2x1, no Rio Grande do Norte).

Depois de demitir Paulo César Gusmão, no dia 23 de maio, após cair no Nordestão, a diretoria agiu rápido e contratou Roberto Fernandes, campeão pernambucano pelo Náutico este ano e demitido na Série C, para a sequência do Brasileiro. Até aqui, o treinador comandou a equipe em quatro jogos: uma vitória, dois empates e uma derrota.

Confira a lista de contratações

Goleiros: Tiago Machowski e Ricardo Ernesto;
Zagueiros Renato Silveira, Augusto Silva, Genilson, Danny Morais e Sandoval;
Laterais: Paulo Henrique, Rafinha, Henrique Ávila, Maílton e Allan Vieira;
Volantes: Jorginho, Jefferson Silva, Ilaílson, Luiz Otávio, Leandro Salino, Johnny, Charles, Willian Maranhão e Eduardo;
Meias: Arthur Rezende, Daniel Sobralense, Hericles, Geovani, Carlinhos Paraíba, Maicon Assis, Valdeir e Jailson;
Atacantes: Robinho, Robinho Mota, Vinícius, Fabinho Alves, Jonathan Bryan, Robert, Halef Pitbull, Leandro Costa, Pipico e Lima.

Reforços para a Série C: Danny Morais e Sandoval; Mailton e Allan Vieira; Charles, Willian Maranhão e Eduardo; Carlinhos Paraíba, Maicon Assis, Valdeir e Jailson; Robert, Halef Pitbull, Leandro Costa, Pipico e Lima.

Veja também

Conselho escolhe presidente interino; formato da próxima eleição segue indefinido
Futebol

Conselho escolhe presidente interino; formato da próxima eleição segue indefinido

Tite elogia trabalho de Hélio dos Anjos no Náutico
Futebol

Tite elogia trabalho de Hélio dos Anjos no Náutico