Santa Cruz joga sem poder se dar ao luxo de tropeçar

Em sétimo lugar no Estadual, time tricolor recebe Belo Jardim e precisa vencer para se garantir no mata-mata

Goleiro do Santa Cruz, Tiago MachowskiGoleiro do Santa Cruz, Tiago Machowski - Foto: Rodrigo Baltar/Santa Cruz

Sob risco, todo cuidado é pouco. Mesmo com a maior invencibilidade na temporada - quatro empates e três vitórias -, o Santa Cruz vive uma situação perigosa no Campeonato Pernambucano após dois tropeços seguidos: 0x0 com o Pesqueira, em casa, e 1x1 diante do Flamengo de Arcoverde, no Sertão do Estado, respectivamente. Sem vencer há dois jogos e a duas partidas do fim da primeira fase do Estadual, o Tricolor depende apenas de si para garantir um lugar no mata-mata. Basta derrotar o lanterna Belo Jardim (11º, com apenas cinco pontos), neste domingo, às 16h, no estádio do Arruda, pela 9ª rodada (penúltima).

Praticamente não há tempo para treinar e nem descansar antes da reta final e decisiva da competição. “Sei que podemos produzir mais. O problema é que agora o tempo é pouco. O foco é no Belo Jardim e vamos nos preparar”, comentou o técnico Júnior Rocha, que tem pela frente um adversário que ocupa a zona de rebaixamento, briga diretamente contra a queda e sequer venceu no ano.

Ainda antes do início da disputa, o objetivo era se classificar entre os quatro primeiros colocados para conquistar a vantagem de jogar em casa a partida única das quartas de final. Mas agora a meta é figurar no grupo dos oito (G8) que avançam de fase. Como Náutico, Sport, Central, Vitória e Salgueiro já asseguram a passagem antecipadamente, restam três vagas.

A campanha ruim no Pernambucano faz a Cobra Coral sofrer e ficar ameaçada mesmo passando oito times de 11. Em oito jogos disputados, apenas uma vitória foi conquistada (1x0 sobre o Afogados da Ingazeira, fora de casa, no dia 14 de fevereiro). Ainda por cima, o Santa - 7ª lugar, com nove pontos - é o rei dos empates (seis no total), mas perdeu só uma vez.

“Estamos no caminho certo, a equipe vai mostrando a cada jogo que vem crescendo, aperfeiçoando. Não podemos perder o foco e sabemos das nossas necessidades”, minimizou o comandante.

Apesar de estar invicto como mandante no ano, o Santa Cruz não conseguiu triunfar dentro de casa no Estadual. Até aqui, quatro empates (Vitória, Central, Náutico e Pesqueira), todos eles no Arruda, e um aproveitamento de 33,33%.

Time
A tendência é que três jogadores fiquem à disposição para o confronto. Além do volante Luiz Otávio, que cumpriu suspensão automática, o goleiro Tiago Machowski (recuperado das dores no abdômen) e o lateral-direito Vítor (liberado da transição física) treinaram normalmente e devem ganhar condições de jogo. Por outro lado, o lateral-esquerdo Henrique Ávila (lesão na panturrilha esquerda), o meia Arthur Rezende (transição e em fase final de recuperação de um problema na coxa direita) e o atacante Augusto (machucou a coxa direita) seguem como desfalques. O elenco coral encerra os preparativos para o duelo neste sábado (3), com um único trabalho tático.

FICHA TÉCNICA:

Santa Cruz
Tiago Machowski; Vítor, Augusto Silva, Genílson e Paulo Henrique; Jorginho, Luiz Otávio, Daniel Sobralense e Hericles; Robinho e Fabinho Alves. Técnico: Júnior Rocha

Belo Jardim
Andrei; Gustavo, Guilherme, Danilo Cirqueira e Luan; Makson, Girão, Capa e Jader; Tony e Raniel. Técnico: Luciano Ribeiro

Local: estádio do Arruda (Recife/PE)
Horário: 16h.
Arbitragem: Diego Fernando Silva de Lima (PE). Assistentes: Francisco Chaves Bezerra Junior e John Andson Alves Ribeiro (ambos de PE).
Transmissão TV: Premiere FC

Veja também

Tite convoca Paquetá para o lugar de Coutinho na seleção brasileira
Seleção Brasileira

Tite convoca Paquetá para o lugar de Coutinho na seleção brasileira

Tite chama Paquetá para substituir Philippe Coutinho
Eliminatórias da Copa

Tite chama Paquetá para substituir Philippe Coutinho