Santa Cruz se concentra para o jogo de seis pontos

Santa Cruz e Botafogo/PB medem forças no sábado (19), no estádio do Arruda, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro da Série C

Santa Cruz venceu o jogo por 3x1Santa Cruz venceu o jogo por 3x1 - Foto: Paullo Allmeida/FolhaPE

De volta ao G4 do Campeonato Brasileiro da Série C, após a vitória de virada sobre o Globo/RN por 2x1, em Ceará-Mirim, no Rio Grande do Norte, o Santa Cruz é o único invicto do Grupo A da competição. Com duas vitórias e três empates em cinco rodadas disputadas (60% de aproveitamento), os tricolores têm um duelo de seis pontos diante do Botafogo/PB, sábado (19), às 19h, no estádio do Arruda.
Dois pontos e duas posições separam o Santa, que ocupa o 3º lugar, com nove pontos, do Belo, figurando na 5ª colocação, com sete pontos, na tábua de classificação. Caso vençam os paraibanos, os pernambucanos começam a ganhar gordura.
“A Série C é muito nivelada e a nossa responsabilidade é grande. E agora vamos enfrentar o Botafogo/PB, que é um clube de tradição e forte. Não podemos vacilar contra o adversário. Iremos atuar dentro de casa e temos que manter o nosso perfil de jogo. Podemos subir ainda mais na tabela”, comentou o zagueiro Sandoval, que estreou como titular na rodada passada e substituiu o capitão Danny Morais, vetado pelo Departamento Médico por conta de uma cirurgia na face (fratura no nariz).
Os primeiros três pontos conquistados pelo técnico PC Gusmão no comando fizeram a Cobra Coral saltar na classificação, subindo da 6ª para a 3ª posição. A diferença do Tricolor para o líder Atlético/AC é de três pontos. Já para o Confiança/SE, 2º lugar, é de apenas um ponto. Mais aliviado por ter encontrado o caminho da vitória, o treinador vê uma disputa parelha nesse início de Brasileiro. Para alcançar o topo da tabela, é preciso torcer contra os acreanos e os sergipanos que jogam fora de casa diante do Globo/RN e Remo/PA, respectivamente.
“O mais importante é o jogo a jogo. A competição é difícil e equilibrada. O Atlético/AC, por exemplo, disparou na liderança. Já o Juazeirense/BA tem feito a diferença em casa, enquanto o Globo/RN vinha invicto como mandante. Já tinha visto alguns jogos e é preciso ter sabedoria em determinados momentos, além da percepção para agir. A gente vai com ambição de ganhar o jogo na frente do nosso torcedor, mas é importante respeitar os adversários", analisou na entrevista coletiva.
Por fim, o comandante ainda destacou a força do elenco que em mãos. “Acredito neles (nos atletas) porque mostraram que têm condições. Tivemos que usar todos os jogadores do grupo e isso mostra que estamos nivelados. É por isso que a gente usa as palavras envolvimento e comprometimento. Sinto que eles estão prontos. Temos que exaltar o nosso elenco. Ele está se moldando e se reestruturando na dificuldade. Estamos nos fortalecendo nas dificuldades e criando uma equipe bem experiente", enalteceu.

Veja também

Sport e Bahia fazem clássico nordestino de olho em se distanciar do Z4
Futebol

Sport e Bahia fazem clássico nordestino de olho em se distanciar do Z4

Basta um empate: Náutico visita Cruzeiro podendo acabar com risco de queda à Série C
Futebol

Basta um empate: Náutico visita Cruzeiro podendo acabar com risco de queda à Série C